Capacidade protetora de dentifrícios no desgaste erosivo de restaurações com resina composta e cimento de ionômero de vidro em dentina: estudo in vitro

dc.contributor.advisorTozzi, Ticiane Cestari Fagundes [UNESP]
dc.contributor.authorGonçalves, Diego Felipe Mardegan [UNESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2021-03-10T12:59:15Z
dc.date.available2021-03-10T12:59:15Z
dc.date.issued2018-09-27
dc.description.abstractThe aim of this in vitro study was to evaluate the stability of the different restorative materials to adjacent dentin submitted to erosive/abrasive challenge with different dentifrices. One hundred and twenty fragments was obtained the bovine incisors were cut and polished. Half of the specimens were restored with resin-modified glass-ionomer (RMGIC) and half with composite resin (RC). After the restorations, a hemiface of each sample was protected with acid-resistant varnish. The two groups were subdivided according to the dentifrice used (n=10): without fluoride (SF negative control), sodium fluoride (NaF - positive control) and stannous fluoride (SnF). The specimens were immersed in the slurry of the toothpaste for 2 min, including 15 s of simulated brushing. The erosive challenge was performed 4x / day for 2 minutes (citric acid 0.05 M, pH 3.2), with an interval of 1 hour during 5 days. After the first and last daily challenge, the specimens were subjected to the abrasive challenge. In sequence, the resistant acid varnish was removed for the Martens hardness (HMV) and elastic modulus (Eit) analyzes of the surface of the restorative material and the adjacent dentin. In addition, the surface topography of the specimens was evaluated in Scanning Electron Microscopy (n = 3). The data were analyzed for normality and submitted to 2-way ANOVA, followed by Tukey's test for multiple comparisons. The comparison between test and control sides was done with the t test. The level of significance was 5%. In relation to the HMV, for the control side, there was only statistical difference in the dentin adjacent to the RMGIC, where the SF had values lower than the NaF and the SnF was similar to the other dentifrices. In the test side, there was no influence of the dentifrices in both dentin of groups; however, for restorative...en
dc.description.abstractO objetivo deste estudo in vitro foi avaliar a estabilidade de diferentes materiais restauradores e a dentina adjacente frente a um desafio erosivo/abrasivo com diferentes dentifrícios. Cento e vinte fragmentos obtidos a partir de incisivos bovinos foram cortados e polidos. Metade dos espécimes foi restaurada com cimento de ionômero de vidro modificado por resina (CIVMR) e metade com resina composta (RC). Em seguida, uma hemiface de cada amostra foi protegida com verniz ácido-resistente. Os dois grupos foram subdivididos de acordo com o dentifrício utilizado (n=10): sem flúor (SF controle negativo), com fluoreto de sódio (NaF - controle positivo) e com fluoreto de estanho (SnF). Os espécimes foram imersos em suspensão nos dentifrícios por 2 minutos, incluindo 15 segundos de escovação simulada. O desafio erosivo foi realizado 4x/dia por 2 minutos (Ácido cítrico 0.05 M; pH 3,2), com intervalo de 1 hora, durante 5 dias. Após o primeiro e último desafio diário, os espécimes foram submetidos ao desafio abrasivo. Ao final do período experimental, o verniz ácido-resistente foi removido para as análises de dureza Martens (HMV) e módulo de elasticidade (Eit) da superfície do material restaurador e da dentina adjacente. Adicionalmente, a topografia superficial dos espécimes foi avaliada em Microscopia eletrônica de varredura (n=3). Os dados obtidos foram analisados quanto à normalidade e submetidos a ANOVA a dois critérios, seguidos do teste de Tukey para múltiplas comparações. A comparação entre lado teste e controle foi feita com o teste t. O nível de significância foi de 5%. Em relação à HMV, para o lado controle somente houve diferença estatística na dentina adjacente ao CIVMR, sendo que o SF apresentou valores inferiores ao NaF e o SnF foi semelhante aos demais dentifrícios. No lado teste, não houve influência dos dentifrícios...pt
dc.format.extent40 f.
dc.identifier.aleph990009140490206341
dc.identifier.citationGONÇALVES, Diego Felipe Mardegan. Capacidade protetora de dentifrícios no desgaste erosivo de restaurações com resina composta e cimento de ionômero de vidro em dentina: estudo in vitro. 2018. 40 f. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Odontologia) - Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho, Faculdade de Odontologia de Araçatuba, 2018.
dc.identifier.filehttp://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/capelo/2019-05-29/000914049.pdf
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/204014
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.sourceAlma
dc.subjectAbrasão dentáriapt
dc.subjectErosão dentáriapt
dc.subjectResinas compostaspt
dc.subjectCimentos de ionômeros de vidropt
dc.subjectTooth abrasionpt
dc.titleCapacidade protetora de dentifrícios no desgaste erosivo de restaurações com resina composta e cimento de ionômero de vidro em dentina: estudo in vitropt
dc.typeTrabalho de conclusão de curso
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Odontologia, Araçatubapt
unesp.undergraduateOdontologia - FOApt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
000914049.pdf
Tamanho:
1014.05 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format