Geração de resíduos odontológicos de diferentes especialidades clínicas

Imagem de Miniatura

Data

2018-10-18

Autores

Abdala, Márcio Arnaldo Dias [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

RESUMO Objetivo: Investigar a massa de resíduos de serviços de saúde (RSS) de origem odontológica produzida com o atendimento clínico de diferentes especialidades em instituição de ensino público no estado de São Paulo. Material e método: Foram pesados os RSS de origem odontológica gerados nas diferentes clínicas da Faculdade de Odontologia assim como anotados os procedimentos odontológicos aplicados em cada atendimento em formulário específico. Resultado: Ao total foram pesquisadas 10 especialidades odontológicas, com a realização de 229 atendimentos e peso médio por atendimento de 166,62 g de RSS odontológicos. Observou-se um número médio de 1,17 a 2,83 de procedimentos por atendimento e que o peso médio por atendimento por especialidade variou entre 84,08 e 387,39 g, sendo que as especialidades que mais geraram RSS odontológicos foram às relacionadas à prática de cirurgia, enquanto que a especialidade que menos gerou massa de resíduos foi a Odontopediatria. Dos 133 procedimentos utilizados na Faculdade de Odontologia, 39 procedimentos foram isolados a partir dos atendimentos que aplicaram apenas um procedimento. Gerou-se um índice de potencial de geração de RSS odontológicos para cada um destes 39 procedimentos e verificou-se que o procedimento "exodontia de dente permanente" apresentou o maior potencial de geração de RSS. Observou-se que os estudantes de Odontologia focavam mais na segurança do paciente do que na observância da destinação dos RSS gerados. Conclusão: Constatou-se com a presente pesquisa que na ausência de um plano de gerenciamento de RSS na instituição, há a possibilidade de uma produção exagerada de RSS odontológico na Universidade.
Objective: To investigate the mass of dental waste produced within different specialties of clinical care in a public education institution in the state of São Paulo. Material and method: The researcher weighed the waste of dental origin generated in the different clinics of the Faculty of Dentistry as well as noted the dental procedures applied in each attendance in a specific form. Results: A total of 10 dental specialties were studied, with 229 consultations and average weight per clinical care of 166.62 g of dental waste. It was observed that the average number of procedures performed by specialty care varied between 1.17 and 2.83 and that the average weight per clinical care per specialty varied between 84.08 and 387.39 g, and the specialties that generated the most dental waste were those related to the practice of surgery, while the specialty that generated less mass was the Pediatric Dentistry. 39 of the 133 procedures were isolated among those clinical cares that applied only one procedure. An index of potential dental waste generation was calculated for each of these 39 procedures and it was verified that the procedure "permanent tooth exodontia" presented the greatest potential of waste generation. It was observed that dentistry students focused more on patient safety than on observing the destination of dental waste generated. Conclusion: It was verified with the present research that in the absence of a dental waste management plan in the institution, there is the possibility of an overproduction of odontological waste in the University.

Descrição

Palavras-chave

Resíduos de serviços de saúde odontológicos, Resíduos de serviços de saúde, Gerenciamento de resíduos, Waste dental health services, Waste health services, Waste management.

Como citar