Ensino de língua: pressupostos para a consideração de gêneros orais

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2010-06-01

Autores

Messias, Rozana Aparecida Lopes [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Neste artigo, discutiremos alguns pressupostos lingüísticos essenciais para a consideração dos gêneros orais como conteúdos a serem trabalhados nas aulas de língua portuguesa. Nosso intuito é enfatizar que para a efetivação de uma proposta de produção e análise de textos orais, sob o prisma da perspectiva sócio-interacionista da linguagem, é necessário que o professor compreenda, mesmo que superficialmente, as bases teóricas em que se ancoram suas práticas de sala de aula.
In this article, we discuss a few linguistic presuppositions that are essential when we account for oral genres as content to be worked in classes of Portuguese. We argue for the idea that, teachers must have a minimum understanding of the theoretical bases of their classroom practices in order to work towards an effective proposal of producing and analysing oral texts from a socio-interactionist perspective of language.

Descrição

Palavras-chave

Teaching languages, oral genres, PCN, Ensino de língua, gêneros orais, PCN

Como citar

Patrimônio e Memória, v. 6, n. 1, p. 187-208.