São Paulo - IA - Instituto de Artes

URI Permanente para esta coleção

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 2 de 2
  • ItemDissertação de mestrado
    Dança terreira: uma proposta de ensino de dança a partir das corpooralidades afrorreferenciadas
    (Universidade Estadual Paulista (Unesp), 2024-02-27) Gonçalves, Letícia Doretto [UNESP]; Godoy, Kathya Maria Ayres [UNESP]
    “Dança Terreira” é uma proposta de ensino de dança que vem sendo encantada ao longo de alguns anos e tornou-se objeto dessa pesquisa e escrita-dançante de Mestrado a partir do desejo de compartilhar e fundamentar essa proposta no encontro com educadores(as) a partir de princípios e procedimentos metodológicos que dialogasse com a pesquisa-ação e a pesquisa narrativa. A partir da pergunta: “De que forma uma proposta de ensino enraizada e inspirada nas CorpoOralidades presentes nas danças tradicionais afrorreferenciadas, sobretudo na dança dos Orixás, pode contribuir para a valorização dos saberes ancestrais e do ensino de dança em espaços formais e não formais de educação?; Como a proposta pode contribuir para o reconhecimento e a desmitificação dos saberes encorpados ancestrais, que fundamentam essas danças, nos espaços e nas práticas educacionais?”, as reflexões caminham em direção ao objeto de estudo desta pesquisa: a sistematização (e não cristalização) de uma proposta de ensino ancorada nas “CorpoOralidades” das danças afrorreferenciadas, entendidas como linguagem de dança. Essa proposta objetiva potencializar a experiência do conhecimento sensível do corpo (GODOY, 2021) nos sujeitos participantes da pesquisa: educadores(as); valorizar os saberes encorpados em dança (MARTINS, 2021), explicitar temáticas, matrizes corporais, e concepções de corpo (CorpoNatureza) envolvidas nessa linguagem e, assim contribuir para uma educação em dança mais plural na articulação entre tradição e contemporaneidade. Mergulho nos estudos da(os) autora(es) que subsidiam as reflexões: Leda Maria Martins (2021), Carolina Andrade (2018), Kathya Godoy (2020), Jorge Larrosa (2015), Reginaldo Prandi (2001), Renata Lima (2012), Graziela Rodrigues (1997), Inaicyra Falcão dos Santos (2021), Luiz Rufino (2021) e faço uso da narratividade como recurso para aproximar o(a) leitor(a) dos achados deste estudo para fornecer pistas valiosas para inspirar/pensar/propor práticas artísticas e pedagógicas e antirracistas no ensino da dança.
  • ItemDissertação de mestrado
    Jogos teatrais na EJA: uma experiência significativa de identidade e memória
    (Universidade Estadual Paulista (Unesp), 2023-06-22) Souza, Lindinalva Barboza de [UNESP]; Santana, Pio de Sousa [UNESP]
    A presente pesquisa aborda o ensino de artes cênicas, experienciado na modalidade da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e traz a Escola da Prefeitura de Guarulhos, E. P. G. Darcy Ribeiro como estudo de caso enfocando a etnografia da comunidade local, memórias e identidades dos estudantes em um recorte do período de 2014 a 2016. O objetivo é refletir sobre a história do ensino de teatro no Brasil, os processos de aprendizagem vivenciados pelos alunos da referida unidade escolar com desdobramento prático de um espetáculo cênico. A metodologia fundamenta-se em Viola Spolin e suas obras: Improvisação para o teatro, Jogos teatrais na sala de aula - Um manual para o professor e O Jogo teatral no livro do diretor. Argumento, portanto, que a prática do sistema Spolin na modalidade pesquisada é uma metodologia de trabalho democrático que valoriza a experiência e o saber do estudante e propõe cidadania e lugar de fala a essa educação tão estigmatizada.