Show simple item record

dc.contributor.advisorPrado, Heloiza Ferreira Alves do [UNESP]
dc.contributor.authorFerreira, Letícia Louzada [UNESP]
dc.date.accessioned2018-08-30T18:22:30Z
dc.date.available2018-08-30T18:22:30Z
dc.date.issued2016
dc.identifier.citationFERREIRA, Letícia Louzada. Produção e caracterização de xilanase produzida por isolados fúngicos. 2016. 1 CD-ROM. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho, Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira, 2016.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/155635
dc.description.abstractThe objective of the present work was to select filamentous fungi with xylanase production potential in solid state culture using different types of agroindustrial residues as substrate for comparative observation of the enzymatic production profile and the effect of the composition of the culture medium. The isolates P5.7, EIFP1-14a, CNS4, P2B6-1, EIFP2-1 and P2D19, had a higher enzymatic production, and these isolates were evaluated for the time of culture, in the substrates that induced greater enzymatic activity, being the peak Production of 72 hours culture time. The isolates EIFP2-4, P2D19, EIFP1-14a and P2b6-1, which had a higher enzymatic production and was characterized in relation to temperature and pH conditions. The EIFP2-4 and P2D19 isolates showed higher enzymatic production when cultivated in the sugarcane bagasse and wheat bran mixture (1: 1) for 72 h of culture, with activity Maximum between 60°C and 65°C and pH between 5.0 to 6.5. Thus, it is observed that the growth conditions in a fermentative process for the enzymatic production can be used as a differential in xylanase production to optimize this processen
dc.description.abstractO objetivo do presente trabalho foi selecionar fungos filamentosos com potencial de produção de xilanase em cultivo em estado sólido utilizando diferentes tipos de resíduos agroindustriais como substrato para observação comparativa do perfil de produção enzimática e o efeito da composição do meio de cultivo. Os isolados P5.7, EIFP1-14a, CNS4, P2B6-1, EIFP2-1 e P2D19, tiveram uma maior produção enzimática, e estes isolados foram avaliados quanto ao tempo de cultivo, nos substratos que induziram maior atividade enzimática, sendo o pico de produção no tempo de 72h de cultivo. Os isolados EIFP2-4, P2D19, EIFP1-14a e P2B6-1, se destacaram e foram caracterizados em relação condições de temperatura e pH. Sendo que em relação a caracterização físico-química, os isolados EIFP2-4 e P2D19 obtiveram maior produção enzimática quando cultivado na mistura bagaço de cana-de-açúcar e farelo de trigo por 72h de cultivo, com atividade máxima entre 60ºC e 65ºC e pH entre 5,0 a 6,5. Assim, observa-se que as condições de crescimento em um processo fermentativo para a produção enzimática, podem ser usadas como um diferencial na produção de xilanase para otimizar este processopt
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.sourceAleph
dc.subjectFungos filamentosospt
dc.subjectEnzimas microbianaspt
dc.subjectResíduospt
dc.subjectFilamentous fungipt
dc.titleProdução e caracterização de xilanase produzida por isolados fúngicospt
dc.typeTrabalho de conclusão de curso
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Engenharia, Ilha Solteirapt
dc.identifier.aleph000886774
dc.identifier.filehttp://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/capelo/2017-06-19/000886774.pdf
unesp.undergraduateCiências Biológicas - FEISpt
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record