Show simple item record

dc.contributor.advisorSantos, Luciana Cavalcanti Maia
dc.contributor.authorNovaes, Maria Carolina Las-Casas e
dc.date.accessioned2019-04-16T12:34:17Z
dc.date.available2019-04-16T12:34:17Z
dc.date.issued2019-03-12
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/181547
dc.description.abstractA pesca do caranguejo-uçá, Ucides cordatus (Linnaeus, 1763), é uma das atividades extrativas mais antigas no Brasil, sendo caracterizada como uma das mais importantes pescarias dentro do setor artesanal em áreas de manguezal. Contudo, os altos níveis de exploração dessa espécie, associados à degradação dos manguezais, técnicas de captura não-sustentáveis e doenças, fizeram com que U. cordatus fosse incluído em 2004 na lista brasileira de espécies sobreexplotadas ou ameaçadas de sobreexplotação. Entretanto, desde 2015 o Governo do Estado de São Paulo controla a quantidade de profissionais que atuam na atividade de coleta do caranguejo-uçá, permitindo a Autorização Especial para um determinado número de pescadores residentes em toda abrangência da APA de Cananéia-Iguape-Peruíbe. A cidade de Cananéia (litoral sudeste do Brasil), tem um alto volume registrado de capturas do caranguejo-uçá a nível estadual, mas há poucos estudos sócio-ecológicos e aplicação de medidas participativas para o manejo sustentável desse recurso nesta região. Neste contexto, o presente projeto tem como objetivo analisar a pesca do caranguejo-uçá no Município de Cananéia, com foco na avaliação sócio-ecológica do conhecimento local, percepções e práticas dos pescadores, assim como na aplicação desse conhecimento ao manejo e uso sustentável deste recurso. Para tanto, foram aplicadas entrevistas junto aos pescadores locais, bem como utilizada o método de mapeamento participativo. Foi evidenciada a íntima dependência que estes profissionais têm com o manguezal, sendo o caranguejo-uçá um recurso muito importante para o complemento de sua renda. Através de ferramentas participativas, foram criados mapas de uso da pesca e áreas relevantes para a conservação do U. cordatus na região de Cananéia (SP). Por fim, são indicadas estratégias para o manejo da pesca do caranguejo-uçá, demonstrando que o etnoconhecimento dos pescadores locais sobre essa espécie e seu habitat, auxilia na identificação de Áreas Extrativas (AEs) e de Exclusão de Pesca (AEPs), essenciais ao manejo integrado e participativo num contexto local.pt
dc.description.abstractAbstract: The crab Ucides cordatus (Linnaeus, 1763) is the older estuarine extractive activities in Brazil, and characterized as one of the most important fisheries within the artisanal sector of the mangrove areas. However, higher exploration levels of this species, associated with mangrove degradation, unsustainable techniques of capture and diseases, have included this species as overexploited or overexploitation threatened in Brazilian Redlist at 2004. However, since 2015 the government of São Paulo state controlled the number of artisanal fishermen in catching activity of U. cordatus, allowing a special authorization for a reduced number of local fishermen in that Área de Proteção Ambiental Cananeia-Iguape-Peruíbe (APA-CIP). The Cananéia city (southeast coast of Brazil) has the largest catch of crabs in the São Paulo state, but there are few social-ecological studies and participatory methods to sustainable manage of this resource in that region. In this context, the present project aims to analyze the fishing of the Ucides cordatus crab in Cananéia city, with a social-ecological (SES) analysis based on the local fishing knowledge, perceptions and practices for the fishermen, as well as in this knowledge application to management and sustainable use. Were conduzed interviews with local fishermen, and used the participatory mapping method. An intimate dependence was verified among fishermen and mangrove, where U. cordatus is a very important source of income for many families. Based on a participative approach, maps of fishing use and conservation areas relevant to U. cordatus at Cananeia region (SP). As a final point, strategies are indicated for the management of ‘uçá’crab fishery, demonstrating that local knowledge helps to identify Extractive Areas (EAs) and Fishing Exclusion Areas (FEAs), both essential to integrated and participatory management in the local context.en
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.subjectconhecimento tradicionalpt
dc.subjectcrustáceopt
dc.subjectsistemas socio-ecológicospt
dc.subjectmanejo sustentávelpt
dc.subjectmapeamento participativopt
dc.subjectartisanal crab fishingen
dc.subjectlocal knowledgeen
dc.subjectparticipatory mappingen
dc.subjectUcides cordatusen
dc.subjectsustainable managementen
dc.titleAnálise sócio-ecológica da pesca do caranguejo-uçá, Ucides cordatus (Linnaeus, 1763), no Município de Cananéia, Litoral Sul do Estado de São Paulo: percepções, práticas e contribuições para o manejopt
dc.title.alternativeSocial-ecological analysis of the mangrove crab fishery, Ucides cordatus (Linnaeus, 1763), in Cananéia city, south coast of São Paulo State, Brazil: perceptions, practices and contributions to the managementen
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso restrito
dc.description.sponsorshipIdCAPES: 33004161001P7
unesp.graduateProgramBiodiversidade de Ambientes Costeiros - São Vicentept
unesp.knowledgeAreaBiodiversidadept
unesp.researchAreaBiologia Populacional, Pesqueira e Aquicultura Sustentávelpt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Instituto de Biociências, São Vicentept
unesp.embargo18 meses após a data da defesapt
dc.identifier.aleph000915181
dc.identifier.capes33004161001P7
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record