Tall oil e seus subprodutos: alternativas como preservantes para madeira

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014-06-25

Orientador

Barreiros, Ricardo Marques

Coorientador

Pós-graduação

Engenharia Mecânica - FEG

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

Traditional methods of wood protection employ chemicals that are considered toxic and can harm human health and the environment. Increasing concern about environmental issues, with the health of process operators to preservative treatment of timber and consumers, and with the reuse this timber treated after use, has generated the need for development of less aggressive treatments condoms to health and the environment. The aim of this study was to test the capability of three conditions of samples from Tall Oil in two species for reforestation wood: Pinus elliottii and Eucalyptus grandis. The alternatives were tested tall oil Crude tall oil (CTO), which is a by-product in the processing of coniferous softwood pulp for the production of kraft paper and two by-products from the refining of CTO, the ligth Oil (LO) and the Oil ejector (OE). These alternatives were tested isopropyl and 25% solution in combination with boric acid in a 2% aqueous solution. In samples with the systems of protection; tests hydrophobicity and exposure to white rot fungus (Fr.) Pilát Trametes versicolor (L.) were performed. The hydrophobicity assay was performed by measuring the contact angle on a goniometer. The test was conducted rotting providing the specimens treated soil inoculated with the fungus. The most satisfactory results were obtained with treatments with Ejector Oil, which showed hydrophobicity of 55%, both for pine as for eucalyptus, and mass loss of 39.07% for eucalyptus and 39.18% for pine after test exposure apodrecedor fungus. And for systems with boric acid mass loss was lower, being for AB + OE mass loss was 19.05% for eucalyptus and 19.96% for pine; and the OE / AB system and 13.43% for eucalyptus and 14.16% for pine

Resumo (português)

Métodos tradicionais de proteção de madeira empregam produtos químicos que são considerados tóxicos e podem prejudicar a saúde humana e o meio ambiente. O aumento da preocupação com as questões ambientais, com a saúde dos operadores de processos de tratamento preservativo e dos consumidores da madeira, e ainda com o reaproveitamento destas madeiras tratadas após seu uso, tem gerado a necessidade de desenvolvimento de tratamentos preservativos menos agressivos à saúde e ao meio ambiente. O objetivo deste estudo foi testar a potencialidade de três condições de amostras de Tall Oil, em duas espécies para as madeiras de reflorestamento: Pinus elliottii e Eucalyptus grandis. As alternativas de Tall Oil testadas foram o Crude Tall Oil (CTO), que é um subproduto no processamento de polpa de coníferas resinosas, para produção do papel Kraft, e dois subprodutos do refino do CTO, o Ligth Oil (LO) e o Óleo Ejetor (OE). Estas alternativas foram testadas em solução isopropílica a 25% e em combinação com ácido bórico em solução aquosa a 2%. Foram realizados ensaios de hidrofobicidade e de exposição ao fungo de podridão branca (Trametes versicolor (L.; Fr.) Pilát) nas amostras com os sistemas de proteção aplicados. O ensaio de hidrofobicidade foi realizado pela medida do ângulo de contato em um Goniômetro. O ensaio de apodrecimento foi conduzido dispondo os corpos de prova tratados em solo com o fungo inoculado. Os resultados obtidos mostraram que as condições de Tall Oil possuem potencialidade para proteger a madeira contra ataque do fungo de podridão branca e esta proteção não está diretamente relacionada com o grau de hidrofobicidade do tratamentos aplicados nas amostras de madeira. Os resultados mais satisfatórios foram obtidos com os tratamentos com Óleo Ejetor, que apresentou hidrofobicidade de 55%, tanto para ... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo)

Descrição

Idioma

Português

Como citar

BOSSARDI, Kelly. Tall oil e seus subprodutos: alternativas como preservantes para madeira. 2014. 74 f. Tese (doutorado) – Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá, 2014.

Itens relacionados

Financiadores