Identificação e caracterização molecular de Colletotrichum de seringueira e indução de resistência utilizando microrganismos sapróbio

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2021-12-07

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A seringueira (Hevea brasiliensis Müell. Arg.) é uma espécie oriunda da região amazônica cultivada no Brasil. Com a ampliação de áreas plantadas dessa cultura, muitas doenças que antes não eram expressivas vêm ganhando importância, como a antracnose, causada por fungos do gênero Colletotrichum, que ataca folhas, causando queda prematura. Desta forma, estudos que visem determinar quais espécies de Colletotrichum ocorrem e quais prevalecem nas principais regiões produtoras de seringueira e, que caracterizem as populações do patógeno são importantes para o país. Este trabalho tem como objetivo identificar e caracterizar espécies de Colletotrichum associadas à antracnose da seringueira no Estado de São Paulo. Para isso, foram realizadas análises filogenéticas, utilizando sequências parciais dos genes ITS, TUB2, CAL e GAPDH . Também foram realizados testes de indução de resistência de seringueira ao Colletotrichum utilizando fungos sapróbios do semiárido nordestino, identificados pelo projeto BIOTA de 2012. As análises filogenéticas se mostraram eficientes na separação das espécies dentro de 3 complexos do gênero Colletotrichum: C. acutatum, C. boninense e C. gloesporioides. Além disso foram relatadas duas novas espécies, C. fructicola e C. scovillei, associados a seringueira no Brasil. Na indução de resitência de seringueira dois fungos foram elencados como potenciais agentes de biocontrole da antracnose: Curvularia eragrostidis que teve o melhor desempenho no controle da antracnose quando aplicado de modo preventivo e Phialomyces macrosporus que controlou a doença quando aplicado de modo curativo. Os resultados obtidos permitirão a melhor compreensão de aspectos etiológicos e epidemiológicos da doença, fornecendo subsídios para o desenvolvimento e a adoção de métodos de controle adequados para as espécies de Colletotrichum associadas à antracnose da seringueira no Brasil.
The rubber tree (Hevea brasiliensis Müell. Arg.) is a species from the Amazon region, cultivated in Brazil. With the expansion of planted areas of this crop, many diseases that were not expressive before are gaining importance, such as anthracnose, caused by fungi of the Colletotrichum genus, which attacks leaves, causing their premature fall. Thus, studies aimed at determining which Colletotrichum species occur and which prevail in the main rubber tree-producing regions and which characterize the pathogen populations are important for the country. This work aims to identify and characterize Colletotrichum species associated with rubber tree anthracnose in São Paulo state. For this, phylogenetic analyzes will be carried out, using partial sequences of the ITS, TUB2, CAL, and GAPDH genes. The isolates will also be characterized pathogenically through inoculation in different clones of rubber trees. Allied to the clone differential reaction experiment, rubber tree resistance induction tests to Colletotrichum will be carried out using saprobic fungi from the northeastern semiarid region, identified by the 2012 BIOTA project. Phylogenetic analyzes differ from species separation within 3 comprehensive ranges of the Colletotrichum genus: C. acutatum, C. boninense and C. gloesporioides. In addition, two new species, C. fructicola and C. scovillei, associated with rubber trees in Brazil were reported. In rubber tree resistance induction, two fungi were listed as potential agents for anthracnose biocontrol: Curvularia eragrostidis, which had the best performance in anthracnose control when preventively requested, and Phialomyces macrosporus, which controls a disease when it is curative. The results will allow a better understanding of the etiological and epidemiological aspects of the disease, providing support for the development and adoption of adequate control methods for Colletotrichum species associated with anthracnose of rubber trees in Brazil.

Descrição

Palavras-chave

Heveicultura, Identificação de espécies de Colletotrichum, Controle biológico, Antracnose, Rubber plantation, Identification of species, Biological control

Como citar