Considerações sobre retalhos miocutâneos em pequenos animais

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2024-02-27

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O retalho miocutâneo, ou musculocutâneo, é formado pela elevação submuscular de um músculo e a pele subjacente, e possui função importante na reparação de defeitos teciduais complexos na espécie canina. A presente revisão visa caracterizar alguns destes retalhos primários e suas potencialidades de aplicação. O retalho miocutâneo do grande dorsal é indicado principalmente para defeitos da parede torácica que requerem a substituição simultânea da pele e músculo. Pode também ser empregado para algumas lesões do membro torácico, dependendo da conformação corporal do animal. De forma similar, o retalho miocutâneo do tronco cutâneo pode ser usado para tratar defeitos localizados no tronco e feridas extensas do membro torácico. Por ser mais fino que o retalho miocutâneo do grande dorsal tem mais mobilidade dentro do arco de rotação. O retalho miocutâneo do reto abdominal tem sido testado experimentalmente, com ocorrência de várias falhas, não sendo assim indicada sua aplicação clínica. Por sua vez, o retalho miocutâneo do semitendinoso tem sido aplicado para tratamento de lesões abaixo do aspecto caudal do joelho. Conclui-se que estes retalhos precisam ser aplicados em um número mais elevado de casos clínicos, para que as possíveis indicações e complicações sejam melhor caracterizadas.
The myocutaneous flap, or musculocutaneous flap, is formed by submuscular elevation of a muscle and the underlying skin, and play an important role in repairing complex tissue defects in dogs. The present review aims to characterize some of these primary flaps and their potential applications. The myocutaneous flap of the latissimus dorsi is primarily indicated for defects in the thoracic wall that require simultaneous replacement of skin and muscle. It can also be employed for certain lesions of the thoracic limb, depending on the animal’s body conformation. Similarly, the myocutaneous flap of the cutaneous tronci can be used to treat defects located on the trunk and extensive wounds of the thoracic limb. Being thinner than the latissimus dorsi myocutaneous flap, it has greater mobility within the arc of rotation. The myocutaneos flap of the rectus abdominis has been experimentally tested, with several failures occurring, thus not indicating its clinical application. In turn, the myocutaneous flap of the semitendinosus has been applied for the treatment of injuries below the caudal aspect of the knee. It is concluded that these flaps need to be applied in a larger number of clinical cases for possible indications and complications to be better characterized.

Descrição

Palavras-chave

Ferida, Músculo, Tratamento, Cutaneous wound, Treatment, Muscle

Como citar