Efeitos da N-acetilcisteína e da terapia fotodinâmica sobre Enterococcus faecalis em canais radiculares

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2017-12-15

Autores

Abu Hasna, Amjad

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar, in vitro, a capacidade antimicrobiana da N-Acetilcisteína (NAC) e da terapia fotodinâmica (PDT) utilizando LASER diodo (LD) de baixa intensidade, sobre o Enterococcus faecalis, comparados ao uso do hidróxido de cálcio [Ca(OH)2] como medicação intracanal. Oitenta dentes humanos extraídos tiveram o diâmetro dos canais radiculares padronizados por meio do preparo com lima K#30. As raízes foram contaminadas com E. faecalis por 21 dias e divididas em cinco grupos de acordo com a medicação intracanal e/ou tratamento antimicrobiano a ser utilizada: 1) PDT+NAC; 2) NAC; 3) PDT; 4) Ca(OH)2 e 5) Solução salina. Sendo que 50 dentes foram avaliados por cultura microbiológica (UFC/mL), 10 por microscopia eletrônica de varredura (MEV) e 20 por microscopia confocal de varredura a LASER (CLSM). Para UFC/mL foram feitas 3 coletas do conteúdo o canal radicular: a) após 21 dias de contaminação (coleta de confirmação - Sc); b) após PBM (S1); c) após 14 dias com as medicações intracanais (S2). UFC/mL não mostrou diferença estatística entre os grupos de PDT+NAC, NAC e Ca(OH)2, porém foram significantemente diferentes dos grupos da PDT, e solução salina. A análise ilustrativa por MEV mostrou resultados semelhantes à análise microbiológica (UFC/mL). No CLSM, todos os grupos avaliados foram efetivos contra E. faecalis, com a diferençando significantemente do grupo controle. Concluímos que NAC pode eliminar E. faecalis com ou sem PDT, sendo considerado como medicação complementar para aplicação clínica.
The objective of this study was to evaluate in vitro the antimicrobial capacity of N-Acetylcysteine (NAC) and photodynamic therapy (PDT) using low intensity LASER diode (LD) on Enterococcus faecalis, compared to the use of calcium hydroxide Ca(OH)2, as intracanal medication. Eighty extracted human teeth had their root canal diameters steardized by preparation with K 30 file. The roots were contaminated with E. faecalis for 21 days and divided into five groups according to the intracanal medication and/or antimicrobial treatment to be used. 1) PDT + NAC; 2) NAC; 3) PDT; 4) Ca(OH)2; 5) Saline solution. Fifty teeth were evaluated by microbiological culture (CFU/mL), 10 by scanning electron microscopy (SEM), and 20 by confocal LASER scanning microscopy (CLSM). The root canal was collected 3 times a) after 21 days of contamination (confirmation collection) (Sc); b) after biomechanical preparation S1; c) after 14 days with intracanal medications. CFU/mL showed no statistical difference between the PDT+NAC, NAC e Ca(OH)2 groups, but were significantly different from the PDT groups, and saline. The illustrative SEM analysis showed similar results to the analysis (CFU / mL). In CLSM, all evaluated groups were effective against E. faecalis, with a significant difference with the control group. We conclude that NAC can eliminate E. faecalis with or without PDT, being considered as a complementary medication in clinical practice.

Descrição

Palavras-chave

N-acetilcisteína (NAC), Terapia fotodinâmica, Enterococcus faecalis, MEV, CLSM, N-acetylcysteine (NAC), Photodynamic therapy, SEM

Como citar