Leitor contemporâneo: os livros mais vendidos no Brasil de 1966 a 2004

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2006-10-06

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de livre-docência

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Este trabalho procura examinar o que o leitor brasileiro contemporâneo lê, com o propósito de explicar as razões que levam esse leitor a realizar suas escolhas. Nesse sentido, portanto, o objetivo central do trabalho será examinar o perfil desse leitor brasileiro. O levantamento dos dados para estabelecer o corpus da pesquisa foi realizado por meio do registro das listas de livros mais vendidos, publicadas em dois jornais brasileiros. O primeiro jornal fonte da pesquisa foi o Leia, periódico mensal que circulou no território nacional durante o período de abril de 1978 a setembro de 1991. O segundo, foi o Jornal do Brasil, diário carioca que publicou listas dos livros mais vendidos no Brasil a partir de 1966 até o mês de dezembro de 2004, data de encerramento da pesquisa, em caderno destinado à leitura. Como o segundo jornal interrompeu a publicação das listas dos mais vendidos durante o período de fevereiro de 1976 a abril de 1984, propusemos uma fusão dos dados dos dois jornais de forma a cobrir um período que compreende os anos de 1966 até 2004. A base teórica a partir da qual se estabeleceu o exame do perfil do leitor brasileiro foi a semiótica da escola de Paris. Para o tratamento da questão da leitura elegeu-se o exame das manifestações da enunciação no discurso, as projeções do enunciador e do enunciatário e o tratamento das paixões. Foram observados em cada um dos textos do corpus como essas categorias enunciativas projetam-se em cada um dos textos mais lidos pelos leitores brasileiros e, posteriormente, como, nas listas dos livros mais vendidos, esse leitor manifesta-se como enunciador. Para tanto propôs-se a contraposição entre o ethos do enunciador-leitor das listas e o pathos do enunciatário dos discursos de leitura. Uma vez que o corpus da pesquisa revelou um crescimento na opção pelos textos de auto-ajuda, foi examinada a questão específica... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo)

Resumo (inglês)

This work intends to examine what the Brazilian contemporary reader reads, with the intention to explain the reasons that lead this reader to make their choices. For that, the central goal of this research will be to examine the Brazilian reader profile. The researched data compiled to establish the corpus of this work was made through the usage of best-selling books lists, published by Brazilian journals. The first journal?s consulted source was Leia; a monthly journal that circulated through the national territory from April 1978 through September 1991. The second reference was Jornal do Brasil, a carioca journal that published best-selling books list in Brazil from 1966 to December 2004, when they stopped the sequence of this special issue compilation. Since the last consulted source was interrupted from February 1976 through April 1984, we proposed a data fusion of the two journals aiming to cover a total period between the years of 1966 trough 2004. The theoretical plateau adopted to create an evaluation profile of the Brazilian reader was based from the Paris School of semiotics. For the analysis of the reading matter, we chose the exam of the manifestations of the discourse enunciation, the projection of the enunciator, the enunciatee and the analysis of passions. We observed in each one of the best-selling corpus texts how those enunciations categories are projected in each one of the best-seller books read by Brazilian readers and lastly following the published best-seller list how this reader manifest itself as enunciator. For that point we propose the contraposition between the enunciator-reader ethos from the lists and the pathos of the reader enunciatee discourse. The corpus of the research revealed an increasing option for self-help books, thus, we examined this topic in two chapters. In the first one we analyze... (Complete abstract, click electronic access below)

Descrição

Idioma

Português

Como citar

CORTINA, Arnaldo. Leitor contemporâneo: os livros mais vendidos no Brasil de 1966 a 2004. 2006. 252 f. Tese (livre-docência) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, 2006.

Financiadores