Experiências da precarização e precariedade do trabalho bancário: um enfoque sobre as narrativas de vida e trabalho do antigo e do novo bancário do Bradesco

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013-02-05

Autores

Selegrin, Esdras Fred Rodrigues [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O objetivo dessa pesquisa foi apreender por meio das narrativas pessoais de vida e trabalho de antigos e novos bancários do Banco Bradesco, suas experiências vividas e como são percebidas diante dos processos de precarização e situações de precariedade pelas quais passaram no âmbito de suas vidas e trabalho. Nesse sentido, a pesquisa se direciona a observar e entender os elementos compositivos de suas experiências, isto é, seus sonhos, expectativas e aspirações de vida e trabalho e, como tais elementos foram afetados nos momentos de transformações qualitativas nos seus modos de ser e de trabalhar, que, conforme a historiografia econômica e pesquisas sociológicas tem atingido a classe trabalhadora de forma mais acentuada nos últimos trinta anos. Ao se tratar de uma pesquisa que envolve antigos e novos trabalhadores bancários buscamos como um elo investigativo uma instituição financeira na qual o discurso gerencial se apresenta no sentido de rupturas e continuidades. O Bradesco possui esses elementos de maneira muito presente, não somente por ser um Banco de grande expressividade nacional, mas por conta de sua formação e desenvolvimento estarem imbricados a história política e econômica brasileira. Outra questão é que a história institucional do Banco oferece elementos interessantes, por apresentar planos de ‘carreira fechada’ e de conceber uma idéia padronizada de trabalhador. Por fim, considerando o trato com narrativas de vida e trabalho, procuramos metodologicamente figurá-las de modo que suas minúcias e nexos explicativos corriqueiros se dessem como elementos explicativos válidos e não somente fornecessem encaixes para determinações conceituais
The objective of this research was to understand through personal narratives of life and work of old and new Bradesco workers, their experiences and how they are perceived on the processes of deterioration concerned to labor conditions and as well precarious situations for which passed within their lives and work. In this sense, the research is directed to observe and understand the compositional elements of their experiences, their dreams, aspirations and expectations of life and work and, as such elements were affected in times of qualitative changes in their modes of being and working, that as the economic history and sociological research has reached the working class more sharply in the last thirty years. In the case of research that involves old and new bank employees as a link investigative seek a financial institution in which the managerial discourse is presented in import ruptures and continuities. Bradesco these elements so very present, not only for being a great expressiveness National Bank, but because of their training and development are interwoven with political and economic history of Brazil. Another issue is that the Bank's institutional history offers interesting elements by presenting plans 'career closed' and conceiving an idea of standardized worker. Finally, considering the narratives dealing with life and work, we methodologically figure them so that their everyday minutiae and explanatory links to take for explanatory and valid not only provide conceptual determinations for fittings

Descrição

Palavras-chave

Banco Brasileiro de Descontos, Trabalho, Mudança, Bancarios, Qualidade de vida, Trabalhadores - Aspectos sociais

Como citar

SELEGRIN, Esdras Fred Rodrigues. Experiências da precarização e precariedade do trabalho bancário: um enfoque sobre as narrativas de vida e trabalho do antigo e do novo bancário do Bradesco. 2013. 149 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília, 2013.