Seleção individual com teste de progênies em crambe (Crambe abyssinica Hochst)

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013-03-08

Autores

Lara, Ana Carolina da Costa [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O crambe (Crambe abyssinica Hochst) é uma planta da família Brassicaceae cuja principal matéria prima é o óleo extraído de suas sementes, com ampla utilização em diferentes segmentos de indústrias. No Brasil seu cultivo é recente, sendo que o interesse pela oleaginosa ocorreu por se tratar de uma planta de ciclo curto, e que pode ser cultivada na entressafra de culturas importantes como a soja e o milho. O único genótipo registrado no Brasil é a cultivar ‘FMS Brilhante’, obtida após pesquisas na Fundação MS. Embora a cultivar apresente bons resultados, ganhos podem ser obtidos com a seleção de plantas superiores. O objetivo do presente trabalho foi verificar a existência de variabilidade genética na cultivar ‘FMS Brilhante’ e avaliar a eficiência do método da seleção individual com teste de progênies em crambe, com base no progresso genético com a seleção para produtividade de grãos. Foram selecionadas 82 plantas por meio da colheita individual e posteriormente foram avaliadas as progênies, juntamente com a testemunha comercial (cv.‘FMS Brilhante’). A seleção e os experimentos de avaliação das progênies foram realizados nas Fazendas Experimentais da Faculdade de Ciências Agronômicas, Unesp, Botucatu, situadas nos municípios de Botucatu (SP) e São Manuel (SP), nos anos agrícolas de 2009, 2010 e 2011, em condições de safrinha. As progênies foram avaliadas quanto à massa de mil grãos (g), número de ramos, produtividade de grãos (kg ha-1) e teor de óleo no grão (%). Os dados foram submetidos à análise de variância individual e conjunta, e obteve-se as estimativas das variâncias fenotípicas, genéticas, ambientais, da interação progênies x ambientes, bem como os coeficientes de herdabilidade, coeficiente de...
Crambe (Crambe abyssinica Hochst) is a plant of the Brassicaceae family whose main raw material is the oil extracted from its seeds, with wide use in different segments of industries. Its cropping in Brazil is recent, the interest in this oilseed is due to its short cycle and possibility of offseason growth of crops such as soybeans and corn. ‘FMS Brilhante’ cultivar is the only genotype recorded in Brazil, obtained from research in the MS Foundation. Although the cultivar shows great results, gains can be obtained by selection of higher plants. This study aimed to verify the existence of genetic variability in ‘FMS Brilhante’ cultivar and to evaluate the efficiency of the method of individual selection with progeny test in crambe, based on genetic progress by selection for grain yield. Were selected 82 plants by individual harvesting and subsequent progenies evaluation, against control (‘FMS Brilhante’). The selection and experiments were carried out on off-season, from 2009 to 2011, in the Experimental Farms of the São Paulo State University in Botucatu and São Manuel. The progenies were evaluated for thousand grain weight (g), number of branches, seed yield (kg ha-1) and oil content in grain (%). Data were subjected to individual and joint variance analysis, then, phenotypic, genetic, environmental and progeny x environment interaction variances was estimated. After that, the heritability and genetic variation coefficients and ratio between genetic and environmental coefficients variation. The genetic progress, estimated and performed, for grain yield were calculated with basis on the average of progeny, with 10% selection intensity. The progenies showed significant differences for most of traits in nearly all evaluations. The progenies x local x years interaction was significant for all traits, showing that... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Palavras-chave

Sementes oleaginosas - Aspectos geneticos, Produtividade agrícola, Melhoramento genetico, Oilseeds

Como citar

LARA, Ana Carolina da Costa. Seleção individual com teste de progênies em crambe (Crambe abyssinica Hochst). 2013. viii, 60 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômicas de Botucatu, 2013.