Caracterização da assembleia de caranguejos chama-maré (Brachyura: Ocypodidae: Gelasiminae), nas diferentes fitofisionomias do manguezal

dc.contributor.advisorSantos, Luciana Cavalcanti Maia
dc.contributor.advisorPinheiro, Marcelo Antonio Amaro
dc.contributor.authorKriegler, Nicholas [UNESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2019-04-11T14:56:48Z
dc.date.available2019-04-11T14:56:48Z
dc.date.issued2019-03-12
dc.description.abstractOs Gelasiminae, subfamília à qual pertencem os popularmente conhecidos caranguejos chama-marés, tem um importante papel como “engenheiros” do ecossistema manguezal, tendo sua distribuição espacial limitada por fatores ambientais. Neste contexto, torna-se essencial a condução de uma análise interdisciplinar sobre os habitats ocupados pelas espécies de caranguejos chama-marés, integrando dados ecológicos e do ecossistema que habitam, com dados espaciais oriundo de geotecnologias, como sensoriamento remoto e o SIG (Sistema de Informação Geográfica). O presente estudo caracteriza a distribuição espacial e a estrutura da assembleia dos caranguejos chama-marés (Brachyura: Ocypodidae: Gelasiminae), em três fitofisionomias de manguezal, e sua relação com os parâmetros ambientais. As fitofisionomias apresentaram distinção quanto à estrutura do bosque de manguezal, com árvores de maior altura e diâmetro na margem, evidenciando uma maior maturidade e estabilidade ambiental. Esses valores decaem em direção ao “apicum”, onde a vegetação é predominantemente arbustivo-herbácea. O sedimento foi mais argiloso na margem, onde a inundação pelas marés é maior, e mais arenoso na transição e “apicum”, onde a hidrodinâmica é mais baixa. Devido a essas características distintas, foram estabelecidos diferentes tamanhos do quadrado de amostragem para cada subárea, com diferentes números de réplicas: 20 réplicas do quadrado de 30x30cm na margem; 15 réplicas do quadrado de 50x50cm na transição; e 20 réplicas do quadrado de 30x30 no “apicum”. Na margem foram encontradas duas espécies do gênero Leptuca (L. uruguayensis e L. thayeri); na transição, além dessas espécies, foram encontradas também duas do gênero Minuca (M. vocator e M. rapax); e no “apicum”, por sua vez, estiveram presentes apenas M. rapax e L. uruguayensis. O tamanho médio dos caranguejos foi menor na margem, aumentando nas outras fitofisionomias. A distribuição das espécies foi agregada na margem e transição, porém uniforme no “apicum”, o que está associado, principalmente, à densidade da vegetação, além da ação conjunta de outros parâmetros ambientais.pt
dc.description.abstractThe Gelasiminae, subfamily which belong the popularly known fiddler-crabs, has an important role as mangrove ecosystem engineers, but some factors limits its spatial distribution. In this context, integrative and interdisciplinary analyses about the habitats of fiddler-crabs become essential to understand ecological patterns, by integration of ecologic data in remote sensing and GIS (Geographical Information System) tools. The present study characterize the spatial distribution and assemblage structure of these crabs (Brachyura: Ocypodidae: Gelasiminae), in three different mangrove phytophysiognomies, and their relation with environmental parameters. Phytophysiognomies distinguished the structure of the mangrove forest, with trees of greater height and diameter at the margin, showing a more mature environment. These values decay towards the “apicum”, where the vegetation is predominantly shrub. The sediment is more clayey in the margin where the flood by the tide is larger, and sandier in the transition and “apicum”, where hydrodynamics are lower. Due to these distinct characteristics, different sizes of the sampling square were established for each subarea, with different numbers of replicas: 20 replicas of the square of 30x30cm in the Margin, 15 replicas of the square of 50x50cm in the Transition and 20 replicas of the square of 30x30 in the ”apicum”. In the margin were found two species of Leptuca genera (L. uruguayensis and L. thayeri); in the transition, in addition to the previous species, were found two species of Minuca genera (M. vocator and M. rapax); in “apicum”, only M. rapax and L. uruguayensis were present. The mean size of the crabs was smaller in the margin, increasing in the other phytophysiognomies. The distribution of the species is aggregated in the margin and transition, but uniform in the “apicum”, a factor that appears to be associated, mainly, with the density of the vegetation, which in turn is a reflection of the other environmental parameters.en
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.description.sponsorshipId2017/13510-8
dc.identifier.aleph000915003
dc.identifier.capes33004161001P7
dc.identifier.lattes6829111589524333
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/181487
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.subjectamostragempt
dc.subjectapicumpt
dc.subjectdispersãopt
dc.subjectdistribuiçãopt
dc.subjectJuréiapt
dc.subjectLeptucapt
dc.subjectMinucapt
dc.subjectsamplingen
dc.subjectapicumen
dc.subjectdispersionen
dc.subjectdistributionen
dc.subjectJuréiaen
dc.subjectLeptucaen
dc.subjectMinucaen
dc.titleCaracterização da assembleia de caranguejos chama-maré (Brachyura: Ocypodidae: Gelasiminae), nas diferentes fitofisionomias do manguezalpt
dc.title.alternativeCharacterization of fiddler crabs assemblage (Brachyura: Ocypodidae: Gelasiminae), in different vegetation types of mangroveen
dc.typeDissertação de mestrado
unesp.author.lattes6829111589524333
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Instituto de Biociências, São Vicentept
unesp.embargoOnlinept
unesp.graduateProgramBiodiversidade de Ambientes Costeiros - São Vicentept
unesp.knowledgeAreaBiodiversidadept
unesp.researchAreaBiologia de Organismos Aquáticos, Ripários e Costeirospt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 2 de 2
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
kriegler_n_me_svic_int_sub.pdf
Tamanho:
3.33 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
kriegler_n_me_svic_par_sub.pdf
Tamanho:
1.15 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
license.txt
Tamanho:
3.03 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: