Hemipelvectomia em cães e gatos: revisão da literatura

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2022-01-19

Orientador

Brandão, Cláudia Valéria Seullner

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Medicina Veterinária - FMVZ

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Trabalho de conclusão de curso

Direito de acesso

Acesso restrito

Resumo

Resumo (português)

A hemipelvectomia é uma técnica cirúrgica complexa em que são retirados segmentos da pelve como forma de tratamento em alguns casos clínicos. Esta deve ser adaptada a cada caso clínico-cirúrgico específico utilizando-se das categorias principais e suas variações já descritas em literatura. É um procedimento indicado em caso de fraturas pélvicas traumáticas, má união ou não união óssea e neoplasias que envolvem esta região. Sua realização requer um profundo conhecimento da anatomia regional, cauteloso planejamento pré-operatório, concreta compreensão da técnica e bom manejo pós-operatório, principalmente com relação a analgesia. Dentre as possíveis complicações estão a hemorragia intra-operatória, a formação de seroma, a hérnia incisional, a deiscência de ferida, a infecção, a obstipação, o traumatismo ou disfunção dos órgãos pélvicos, entre outros. Apesar de pouco convencional e ser uma técnica agressiva, a hemipelvectomia se mostra uma opção viável a ser utilizada por médicos veterinários na clínica cirúrgica de pequenos animais.

Resumo (inglês)

Hemipelvectomy is a complex surgical technique in which segments of the pelvis are removed as a form of treatment in some clinical cases. It must be adapted to each specific clinical-surgical case using the main categories and variations already described in the literature. It is a procedure indicated in cases of traumatic pelvic fractures, bone malunion or non-union, and neoplasms involving this region. Its realization requires a deep knowledge of regional anatomy, careful preoperative planning, concrete understanding of the technique and good postoperative management, mainly regarding analgesia. Among the possible complications are intraoperative bleeding, seroma formation, incisional hernia, wound dehiscence, infection, constipation, trauma or dysfunction of the pelvic organs, and others. Despite being unconventional and an aggressive technique, hemipelvectomy is a viable option to be used by veterinarians in the surgical practice of small animals.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Itens relacionados