Agricultura urbana e periurbana: efeitos nas características térmicas e higrométricas de Presidente Prudente - SP

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2018-12-04

Orientador

Amorim, Margarete Cristiane de Costa Trindade

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Geografia - FCT

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Trabalho de conclusão de curso

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

The objective of this study was to study the environmental and landscape effects of urban and peri-urban agriculture (UPA) in selected areas of the city of Presidente Prudente - SP, with emphasis on surface temperature, air, relative humidity and heterogeneity of the built urban environment. Monteiro's Urban Climate System (UCS) (1976) was used as theoretical assumption to fit the complexity and the specificities of UPA areas in the city context. Therefore, to carry out this work, it was necessary to undertake a methodology focused on the use of remote sensing techniques and procedures, which resulted in thermal and NDVI (Normalized Difference Vegetation Index) maps that enabled the diagnosis of the temperature intensities of densely constructed areas in relation to the least constructed, considering precipitation as an important element in the analysis of the higher intensities in the diagnosis of the islands of surface urban heat and vegetative exuberance. In addition, we opted for field analysis and observation, production and measurement of air temperature and humidity data through the installation of sensors at fixed points, in order to characterize the effects of the activity with respect to the aforementioned climatic elements and their respective relations with the urban landscape. To support the analysis of the results, Monteiro's rhythmic analysis chart (1971) was elaborated, methodological procedure able to demonstrate the habitual succession of the types of time during the data measurement period in the respective areas...

Resumo (português)

O presente trabalho teve por objetivo, estudar os efeitos ambientais da agricultura urbana e periurbana (AUP) nas áreas selecionadas do município de Presidente Prudente - SP, com ênfase para às condições de temperatura de superfície, do ar, umidade relativa e a heterogeneidade do ambiente urbano construído. O Sistema Clima Urbano (SCU) de Monteiro (1976) foi utilizado como pressuposto teórico para enquadrar a complexidade e as especificidades das áreas de AUP no contexto da cidade. Portanto, para a realização deste trabalho foi necessário empreender uma metodologia centrada na utilização de técnicas e procedimentos de sensoriamento remoto, que resultaram em mapas termais e de NDVI (Índice de Vegetação por Diferença Normalizada) que possibilitaram o diagnóstico das intensidades de temperatura das áreas densamente construídas em relação às menos construídas, considerando-se a precipitação como elemento importante na análise das maiores intensidades no diagnóstico das ilhas de calor urbana de superfície e exuberância vegetativa. Além disso, optou-se pela análise e observação de campo, produção e mensuração dos dados da temperatura e umidade relativa do ar através da instalação de sensores em pontos fixos, com o intuito de caracterizar os efeitos da atividade no que concerne aos elementos climáticos supracitados e suas respectivas relações com a paisagem urbana. Para subsidiar a análise dos resultados foi elaborado gráfico de análise rítmica de Monteiro (1971), procedimento metodológico capaz de demonstrar a sucessão habitual dos tipos de tempo durante o período de mensuração dos dados nas respectivas áreas...

Descrição

Idioma

unesp.idiomas.undefined

Como citar

SOUSA, Guilherme Silva de. Agricultura urbana e periurbana: efeitos nas características térmicas e higrométricas de Presidente Prudente - SP. 2018. 1 CD-ROM. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Geografia) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Tecnologia, 2018.