Hidrogeologia e hidroquímica do Sistema Aqüífero Guarani na porção ocidental da bacia sedimentar do Paraná

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2007-04-19

Orientador

Kiang, Chang Hung
Hutcheon, Ian

Coorientador

Pós-graduação

Geociências e Meio Ambiente - IGCE

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

O fluxo das águas subterrâneas no SAG, em sua porção ocidental, é caracterizado pela existência de três áreas de recarga regional, localizadas em Mato Grosso do Sul e Goiás. A partir destas áreas de recarga o fluxo regional é radial direcionado para o centro da Bacia do Paraná. Em algumas porções das zonas de aforamento ocorrem fluxos localizados de descarga. As águas apresentam características químicas que permitem sua classificação em: bicarbonatadas cálcicas ou calco-magnesianas, bicarbonatadas sódicas e bicarbonatadas cloretadas/sulfatadas sódicas, representando, nesta ordem, a sua evolução hidroquímica. Os mecanismos envolvidos nesta evolução são: dissolução de feldspatos e remoção do cimento carbonático do arcabouço mineral dos arenitos, seguido por troca iônica, responsável pelo aumento nas concentrações de sódio e diminuição nas concentrações de cálcio e, finalmente, o enriquecimento em cloreto e sulfato, oriundos dos aqüíferos sotopostos ao SAG. Foram reconhecidas três unidades hidroestratigráficas distintas no SAG: superior, representada pelos arenitos eólicos limpos, da Formação Botucatu, intenuediária, representada por arenitos finos e argilosos, e inferior, por arenitos finos, pouco argilosos, estas duas últimas unidades pertencentes à Formação Pirambóia.

Resumo (português)

The groundwater flow pattern in the occidental portion of SAG (Guarani Aquifer System) is characterized by the existence of three regional recharge areas located in Mato Grosso do Sul and Goiás states. From these areas ofrecharge the regional flow is radial and directed toward the center of Paraná Sedimentary Basin. Local discharge flows occurs in portions of outcrop regions. The groundwater can be classified as calcium or calcium-magnesium bicarbonate type, sodium bicarbonate type and sodium bicarbonate/chloride/sulphate type, representing in this sequence its hydrochemical evolution. The mechanisms responsible for this evolution are dissolution of feldspars and remova! of the carbonate cement of the sandstones mineral framework, followed by ionic exchange, responsible for the increase in the sodium concentration and decrease of calcium, and, finally, the enrichment in chloride and sulphate derived from underlying aquifers units. Three distinct hydrostratigraphics units in the SAG have been recognized: the upper unit is represented by aeolian sandstones from Botucatu Formation, the intermediate, represented by the fine and argillaceous sandstones, and the lower unit is constituted by fine sandstones with low content in clays, these last two units belong to the Pirambóia formation.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

GASTMANS, Didier. Hidrogeologia e hidroquímica do Sistema Aqüífero Guarani na porção ocidental da bacia sedimentar do Paraná. 2007. xiv, 194 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, 2007.