Produção de um anticorpo policlonal anti-Duffy de Bos taurus taurus para detecção e quantificação do antígeno em eritrócitos bovinos

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2008-03-14

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

As doenças infecciosas e parasitárias causam perdas importantes em vários setores da produção da pecuária mundial. Estima-se que mais de 600 milhões de bovinos de países tropicais e subtropicais estejam expostos à infecção por Babesia spp., gerando um prejuízo econômico de mais de 1,3 bilhão de dólares por ano. Parte significativa dessa soma destina-se a defensivos e insumos veterinários, os quais poderiam ser substituídos por tecnologias mais eficazes e econômicas, como, por exemplo, animais geneticamente resistentes a parasitas. Os gêneros Babesia e Plasmodium são hemoparasitas pertencentes ao filo Apicomplexa e apresentam características comuns no processo de invasão eritrocitária. A babesiose bovina causada por Babesia bigemina e Babesia bovis apresenta sinais clínicos similares a malária humana causada por Plasmodium vivax e Plasmodium falciparum. O antígeno Duffy é o único receptor para o P. vivax em humanos. A maioria dos indivíduos negros africanos é resistente a este parasita devido a uma mutação que provoca a ausência de expressão deste antígeno na superfície das hemácias.Tendo em vista esse fato, e que animais da subespécie Bos taurus taurus são mais susceptíveis à babesiose quando comparados à animais Bos taurus indicus, este projeto foi desenvolvido com o objetivo de averiguar se essa maior resistência dos animais zebuínos está associada ao fato do antígeno Duffy estar ausente ou expresso em menor quantidade nas hemácias desses animais. Para detecção e quantificação do antígeno Duffy, na superfície das hemácias de bovinos dessas subespécies, foi produzido um anticorpo policlonal anti-Duffy bovino, visto que sua detecção não é possível pelos anticorpos desenvolvidos para a proteína humana, em função dessa diferir da proteína bovina, principalmente na seqüência de aminoácidos da região N-terminal. Para...
Cattle business worldwide has been affected by all sorts of infections. It´s estimated that more than 600 million bovines from tropical and sub-tropical areas are exposed to Babesia spp. infection causing loss of more than US$ 1,3 billion a year. An important part of this amount is spent on veterinarian drugs and vaccines. However this scenario could be changed if cheaper and more efficient technologies such as animal breeding for resistance to parasites were used. The genera Babesia and Plasmodium are hemoparasites which belong to phylum Apicomplexa and share features such as the RBCs invasion process. Clinic signs presented by cattle infected with Babesia bigemina and Babesia bovis are very similar to those presented by human beings infected with Plasmodium vivax and Plasmodium falciparum. The glycoprotein Duffy is the only human erythrocyte receptor for P.vivax. The majority of black African people are resistant to this parasite due to a mutation which abolishes expression of the Duffy antigen on its erythrocytes surfaces. Detailed information on molecular interaction between Babesia parasite and its receptors on the bovine host cells surface is limited. Moreover, animals from subspecies Bos taurus taurus are more susceptible to babesiosis infection than those from Bos taurus indicus. This project investigated if this higher resistance of Bos taurus indicus animals is due to the fact that the Duffy antigen is absent or less expressed on its RBC surface. Aiming at detecting and quantifying Duffy antigen on erythrocyte surfaces of Bos taurus indicus and Bos taurus taurus, a polyclonal antibody against bovine Duffy was produced, because antibodies against human Duffy can not recognize this bovine protein which has different aminoacid sequence at N-terminal. Synthetic decapeptide (YNETDVEAAA) corresponding to aminoacid 34 to 43 of the N-terminal extracelullar domain of the bovine protein... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Palavras-chave

Bovino - Melhoramento genetico, Babesiose, Genetica animal

Como citar

ANTONANGELO, Ana Teresa Burlamaqui Faraco. Produção de um anticorpo policlonal anti-Duffy de Bos taurus taurus para detecção e quantificação do antígeno em eritrócitos bovinos. 2008. 90 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Botucatu, 2008.