Movimentos socioterritoriais: uma contribuição conceitual à pesquisa geográfica

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2009-07-13

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O processo de configuração do território nacional, na cidade e no campo, vem sendo cada vez mais influenciado por uma crescente participação das classes populares mobilizadas. Essas mobilizações populares abarcam um grande e variado número de manifestações que tem como objetivo a conquista pelo espaço da vida (do trabalho e da moradia). Em suas agendas, as ocupações figuram como a principal estratégia de materialização de suas demandas e das lutas. As mobilizações sociais que possuem a conquista do território como objeto de luta, e que se inserem no quadro conflituoso da luta de classes no Brasil, são conceitualizados, sob uma perspectiva geográfica, como Movimentos Socioterritoriais. Esta formulação conceitual é resultado de um conjunto de esforços que buscou refletir acerca da produção geográfica sobre movimentos sociais ao longo das últimas quatro décadas. De maneira geral, os geógrafos pouco se interessaram em construir, de forma sistemática e articulada, um campo de análise especialmente geográfico a respeito dos movimentos sociais. Essa tarefa começou a ser realizada somente nos últimos anos por um número reduzido de estudiosos da geografia. A abordagem socioterritorial presente nessa tese resulta, de forma direta, da reunião de propostas formuladas por esses estudos.
The process of setting the national territory, in the city and the countryside, is being increasingly influenced by a growing share of the popular classes mobilized. These popular mobilizations have covered a wide and varied number of events that aims to conquer the area of life (work and housing). In his diaries, the occupations listed as the main strategy for realization of their demands and struggles. The social movements that have to conquer the territory as the object of struggle, and which fall under conflict of class struggle in Brazil, as are movements conceptualize Socioterritoriais. This conceptual formulation is the result of a series of efforts that sought to reflect on geographical production of social movements over the last four decades. In general, geographers are just interested in building in a systematic and articulated a particular geographic area of analysis about the social movements. This task is being performed only in recent years by a small number of geographers. The socioterritorial approach in this thesis results from, so direct, the meeting on proposals made by these studies.

Descrição

Palavras-chave

Geografia, Movimentos sociais, Movimentos socioterritoriais, Socioterritoriais Movements, Social Movements, Theory, Territory and Geography

Como citar

PEDON, Nelson Rodrigo. Movimentos socioterritoriais: uma contribuição conceitual à pesquisa geográfica. 2009. xi, 239 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Tecnologia, 2009.