Ecologia do banco de sementes de trecho de floresta estacional semidecidual e germinação de sementes de Peltophorum dubium (Sprenge) Taubert (Fabaceae: Caesalpinioidea) em diferentes condições de alagamento

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2011-11-09

Orientador

Rossi, Marcelo Nogueira
Fonseca, Renata Cristina Batista
Engel, Vera Lex

Coorientador

Pós-graduação

Ciências Biológicas (Botânica) - IBB

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Para um melhor entendimento dos processos que determinam a dinâmica das florestas tropicais, estudos que investigam tanto a vegetação (parte aérea) como o banco de sementes do solo, são necessários. Através de estudos de banco de semente pode-se avaliar, por exemplo, a capacidade de regeneração natural de uma dada vegetação, a viabilidade das sementes existentes no solo e sua influência na estrutura da vegetação. No entanto, pouco se sabe sobre os processos que podem provocar variações na estrutura do banco de sementes, especialmente em florestas semideciduais. O presente estudo teve como objetivo conhecer a composição do banco de sementes do solo em um trecho de Floresta Estacional Semidecídual, bem como investigar possíveis processos capazes de gerar variações em sua estrutura. Além disso, determinou-se o grau de similaridade entre a parte aérea e o banco de sementes. Primeiramente, a densidade (número de plântulas), a riqueza, a diversidade e a composição de espécies foram comparadas entre áreas em diferentes estágios sucessionais, bem como entre diferentes profundidades do solo e estações do ano (chuvosa e seca). Em seguida, a similaridade entre o banco de sementes e a vegetação local foi comparada. Constatou-se que a principal fonte de variação do número de plântulas, da riqueza e da diversidade de espécies presentes no banco de sementes foi a profundidade na qual as sementes foram amostradas. De forma geral, as amostras obtidas da serrapilheira continham, significativamente, um maior número de plântulas, uma maior riqueza e maior diversidade de espécies do que as amostras provenientes das profundidades de 0-10cm e 10-20cm, tanto na estação chuvosa como seca. Comparações da riqueza e da diversidade de espécies entre a estação seca e chuvosa...

Resumo (inglês)

For a better understanding of the processes that determine tropical forest dynamics, studies that investigate vegetation both above and below ground are needed. By studying seed banks it is possible to determine, for example, the natural regeneration capacity of vegetation, the viability of the soil seed bank as well as its influence at structuring plant communities. However, little is known about the processes that can generate variation in the seed bank structure, particularly in semideciduous forests. The main aim of this study was to know the soil seed bank composition in a semideciduous seasonal forest fragment, and also to investigate some processes that may generate variations in this structure. Besides, it was determined below (seed bank) and above ground (vegetation) similarity. Firstly, the density (seedling numbers), the richness, and the diversity and species composition were compared among areas of different sucessional stages, and among different soil depths and season (rainy and dry season). After that, the similarity between the soil seed bank and local vegetation was compared. It was observed that the main source of variation of seedling numbers, richness, and species diversity was the depth at which seed samples were obtained. In overall, samples from the litterfall had significantly higher seedling numbers, species richness and diversity than the other depths (0-10cm and 10-20cm); this difference occurred at both in the rainy and dry season. Comparisons of species richness and diversity between the rainy and dry season showed that both significantly differed between seasons, and higher values were observed in the rainy season. Seedling numbers did not differ between seasons. Species composition was more similar between pairs of samples from depths near to each other; for example, for both seasons... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Idioma

Português

Como citar

KLEIN, Débora Kestring. Ecologia do banco de sementes de trecho de floresta estacional semidecidual e germinação de sementes de Peltophorum dubium (Sprenge) Taubert (Fabaceae: Caesalpinioidea) em diferentes condições de alagamento. 2011. 101 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Botucatu, 2011.

Financiadores