Análise econômica da produção de rúculas inoculadas com Azospirillum brasilense e Pseudomonas fluorescens em hidroponia

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-12-15

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Este estudo teve como objetivo principal analisar a viabilidade econômica da incorporação das rizobactérias Azospirillum brasilense e Pseudomonas fluorescens no cultivo hidropônico do tipo Nutrient Film Technique (NFT) de rúcula. Os experimentos foram conduzidos em uma casa de vegetação na UNESP de Ilha Solteira, São Paulo, em condições controladas que representam o ambiente local de produção. Foram realizados dois experimentos distintos. No Experimento 1, aplicou-se A. brasilense (estirpes AbV5 e AbV6), variando as doses do inoculante durante o transplantio das mudas de rúcula (0 mL, 8 mL, 16 mL, 32 mL e 64 mL por 100 litros de solução nutritiva). No Experimento 2, utilizou-se P. fluorescens (Estirpe CCTB03) com doses de inoculantes semelhantes. A análise econômica seguiu a metodologia proposta por Matsunaga (1976). O Custo Operacional Efetivo (COE) considerou todas as despesas ao longo de um ano agrícola, e a Receita Bruta (RB) derivou da venda dos produtos durante um ciclo produtivo. Foram calculados indicadores contábeis, incluindo Margem Bruta (MB) e Margem Líquida (ML), para avaliar a viabilidade econômica. Os resultados indicaram que, no caso do A. brasilense, a dose de 64 mL por 100 litros de solução nutritiva gerou uma receita bruta de R$246,58, com uma Margem Líquida positiva de R$25,17. Para o P. fluorescens, a dose de 16 mL por 100 litros de solução nutritiva foi identificada como mais vantajosa, gerando uma receita bruta de R$200,63 e uma Margem Bruta positiva de R$9,66. Apesar do COE elevado, a atividade foi considerada rentável a curto prazo, embora a Margem Líquida negativa de R$1,79 tenha apontado para desafios de "descapitalização" a longo prazo. Este estudo oferece uma análise aprofundada sobre a viabilidade econômica da produção de rúcula em sistema hidropônico, destacando a importância de considerar tanto os aspectos agronômicos quanto os financeiros. A implementação bem-sucedida dos inoculantes requer uma abordagem adaptativa e contínua da análise econômica, levando em consideração as variáveis de mercado e incorporando estratégias flexíveis para superar os desafios financeiros associados a essa prática agrícola inovadora.
This study aimed to analyze the economic viability of incorporating the rhizobacteria Azospirillum brasilense and Pseudomonas fluorescens in Nutrient Film Technique (NFT) hydroponic cultivation of arugula. The experiments were conducted in a greenhouse at UNESP in Ilha Solteira, São Paulo, under controlled conditions that replicated the local production environment. Two distinct experiments were carried out. In Experiment 1, A. brasilense (strains AbV5 and AbV6) was applied, varying inoculants doses during the transplanting of arugula seedlings (0 mL, 8 mL, 16 mL, 32 mL, and 64 mL per 100 liters of nutrient solution). In Experiment 2, P. fluorescens (Strain CCTB03) was used with similar inoculant doses. Economic analysis followed the methodology proposed by Matsunaga (1976). The Effective Operational Cost (EOC) considered all expenses throughout an agricultural year, and Gross Revenue (GR) derived from product sales during a production cycle. Accounting indicators, including Gross Margin (GM) and Net Margin (NM), were calculated to assess economic viability. Results indicated that, in the case of A. brasilense, the dose of 64 mL per 100 liters of nutrient solution generated a gross revenue of R$246.58, with a positive Net Margin of R$25.17. For P. fluorescens, the dose of 16 mL per 100 liters of nutrient solution was identified as more advantageous, generating a gross revenue of R$200.63 and a positive Gross Margin of R$9.66. Despite the high EOC, the activity was considered profitable in the short term, although the negative Net Margin of R$1.79 pointed to long-term "decapitalization" challenges. This study provides a comprehensive analysis of the economic viability of arugula production in hydroponic systems, emphasizing the importance of considering both agronomic and financial aspects. Successful implementation of inoculants requires an adaptive and continuous economic analysis, taking into account market variables and incorporating flexible strategies to overcome financial challenges associated with this innovative agricultural practice.

Descrição

Palavras-chave

Hidroponia, Rúcula, Viabilidade econômica, Azospirillum brasilense, Pseudomonas fluorescens, Hydroponics, Arugula, Economic viability, Azospirillum brasilense, Pseudomonas fluorescens

Como citar

NATALI, Vitor Rodrigues. Análise econômica da produção de rúculas inoculadas com Azospirillum brasilense e Pseudomonas fluorescens em hidroponia. 2023. 22 f. TCC (Graduação em Engenharia Agronômica) - Universidade Estadual Paulista, Ilha Solteira, 2023.