Fertirrigação em cobertura influencia no comportamento morfofisológico e produtivo da batateira

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2022-07-18

Autores

Guerreiro, Julia Ramos

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A cultura da batata é considerada importante e significativa para o setor brasileiro, favorecendo milhares de produtores. É cultivada em regiões que possuem clima ameno, a fim de favorecer o processo de brotação. Estudos têm indicado que o recurso natural, água, é amplamente utilizado de forma irregular, além do uso de adubos de forma exacerbada na exploração da batata, dessa forma, essas informações apontam a necessidade em se adotar estratégias para maior aproveitamento de água e nutrientes pela cultura. A partir dessa prerrogativa, o objetivo deste trabalho foi avaliar respostas agronômicas da batateira em função de fertirrigações via gotejamento para as condições de Jaboticabal-SP. O experimento foi conduzido em campo, utilizando-se a batata var. JB 2601 com tubérculos de primeira geração. O delineamento utilizado foi o de blocos ao acaso, com três tratamentos e seis repetições, sendo constituídos de três fertirrigações: F1 – fertirrigação de acordo com a marcha de absorção da cultura; F2 - fertirrigação equivalente e F3 – fertirrigação em ppm. Todos os tratamentos foram influenciados por um único regime hídrico de irrigação, 100% ETc. As fertirrigações exerceram diferenças nas características morfofisiológicas e de produção da batata var. JB 2601. O número de hastes, massa fresca aérea e de raiz, clorofila total, teor relativo de água nas folhas e produtividade apresentaram valores médios de 7,73 hastes; 355,36 g; 53,28 g; 60,83; 47,47% e 38,55 t ha-1, respectivamente, para fertirrigação em ppm. A fertirrigação em ppm mostrou-se promissora no comportamento e produção da batateira JB 2601 para as condições de Jaboticabal – SP, porém, ainda são necessários estudos mais aprofundados afim de se estabelecer a melhor época de distribuição de nutrientes em cobertura no cultivo da batateira.
Potato cultivation is considered important and significant for the Brazilian industry, favoring thousands of producers. It is grown in regions that have a mild climate, in order to favor the sprouting process. Studies have indicated that the natural resource, water, is widely used in an irregular way, besides the use of fertilizers in an exacerbated way in potato farming. This information points out the need to adopt strategies for a better use of water and nutrients by the crop. Based on this prerogative, the objective of this work was to evaluate agronomic responses of potato as a function of drip fertigation under Jaboticabal-SP conditions. The experiment was conducted in field using potato var. JB 2601 first generation tubers. The randomized block design with three treatments and six repetitions consisted of three fertigation treatments: F1 - fertigation according to the crop uptake march; F2 - equivalent fertigation and F3 - fertigation in ppm. All treatments were influenced by a single irrigation regime, 100% ETc. Fertigation exerted differences on morphophysiological and yield characteristics of potato var. JB 2601. Stem number, aboveground and root fresh mass, total chlorophyll, relative leaf water content and yield showed mean values of 7.73 stems; 355.36 g; 53.28 g; 60.83; 47.47% and 38.55 t ha-1, respectively, for fertigation in ppm. Fertigation in ppm proved to be promising for the behavior and yield of JB 2601 under the conditions of Jaboticabal - SP. However, further studies are necessary to establish the best season for the distribution of nutrients in the potato crop.

Descrição

Palavras-chave

Produtividade, Fertirrigação, Solanum tuberosum DLC

Como citar