Proposta de modelagem da capacidade de suporte hídrica para o estado de São Paulo, Brasil

dc.contributor.advisorManzato, Gustavo Garcia [UNESP]
dc.contributor.advisorKaiser, Ilza Machado [UNESP]
dc.contributor.authorMello, Silas Volpon de [UNESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2017-09-19T20:02:38Z
dc.date.available2017-09-19T20:02:38Z
dc.date.issued2017-08-18
dc.description.abstractEste texto apresenta uma pesquisa que propõe um modelo para calcular a Capacidade de Suporte Hídrica (CSH) de regiões urbanizadas visando o Desenvolvimento Sustentável, principal objetivo da humanidade neste século. Utilizando as Análises Estocásticas de Fronteira como ferramenta de modelagem da capacidade de suporte, juntamente com o auxílio de um sistema de informações geográficas (SIG), foi criado um método para calcular a carga antrópica no meio ambiente, ou seja, calcular a intensidade de solicitação ou estresse sobre os recursos naturais que uma dada região exerce sobre seu meio. Um estudo exploratório foi elaborado para verificar a viabilidade desta proposta e posteriormente um modelo específico foi desenvolvido, utilizando variáveis de natureza hídrica, culminando no cálculo da CSH dos municípios e das Unidades de Gerenciamento de Recursos Hídricos (UGRHI) do estado de São Paulo. A disponibilidade hídrica superficial dos objetos de estudo, uma das variáveis hídricas que compõe o modelo, foi calculada de forma aproximada utilizando a nova proposta de regionalização de vazões para o estado de São Paulo, onde foi criado o primeiro banco de dados que agrega informações sobre as vazões Q95, Q7,10 e Qm para todos os municípios do estado.Na sequência, foram simulados três cenários abordando possíveis construções do modelo CSH, dois deles consideraram diferentes formas de agrupamento dos parâmetros e o terceiro obteve as classificações de suporte hídrico para as UGRHIs a partir dos resultados dos municípios. O primeiro cenário apontou 5 UGRHIs e 213 municípios em potencial déficit hídrico e o segundo apontou 6 UGRHIs e 180 municípios nesta mesma situação. O terceiro cenário apontou 7 UGRHIs em potencial déficit no suprimento da demanda de água. A partir dos resultados, foram apontadas regiões que estão sob potencial estresse hídrico, ou seja, que não conseguem fornecer de maneira sustentável a quantidade de água requerida por seus habitantes. Essas regiões podem ser apontadas como as mais vulneráveis em períodos de seca. Assim, pretende-se disponibilizar um modelo para auxiliar na questão da preservação do meio ambiente nas escalas local e regional, considerando-se a disponibilidade de água.pt
dc.description.abstractThis work presents a research project that proposes a model to calculate the Hydric Carrying Capacity (HCC) of urbanized areas aiming at the Sustainable Development, the main goal of humanity in this century. Using Stochastic Frontier Analysis (SFA) as a modeling technique for carrying capacity along with geographic information systems (GIS), a method to calculate the anthropic load in the environment was created. In other words, the idea was to calculate the stress intensity on the natural resources that a given region produces on its environment. An exploratory study was carried out to verify the feasibility of this proposal and later a specific model was developed. Using hydric variables, the model resulted in the determination of the HCC for the municipalities and for the Water Resources Management Units (UGRHI) of the State of São Paulo. The surface water availability of the objects of study, which is one of the hydric variables that compose the model, was calculated in an approximate way using the new proposal of regionalization of flows for the state of São Paulo. This resulted in the first database that aggregates information about the flows Q95, Q7,10 and Qm for all municipalities in the state. Three scenarios were simulated, discussing possible constructions of the HCC model. Two of them considered different ways of grouping the parameters and the third one obtained the hydric support classifications for the UGRHIs from the results of the municipalities. The first scenario pointed out 5 UGRHIs and 213 municipalities in potential hydric deficit, while the second pointed to 6 UGRHIs and 180 municipalities in this same situation. The third scenario pointed out 7 UGRHIs in potential deficits in supplying water demand. From these results, regions that are under potential water stress were pointed out, that is, regions that cannot provide the amount of water required by their inhabitants in a sustainable way. These regions can be identified as the most vulnerable in periods of drought. Thus, the idea was to provide a model as an aid for the environment preservation at both local and regional scales, considering the availability of water.en
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.identifier.aleph000891964
dc.identifier.capes33004056089P5
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/151652
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.subjectCapacidade de suporte hídricapt
dc.subjectModelagem ambientalpt
dc.subjectAnálises estocásticas de fronteirapt
dc.subjectRegionalização de vazõespt
dc.subjectDesenvolvimento sustentávelpt
dc.subjectEcologiapt
dc.subjectHydric carrying capacityen
dc.subjectEnvironmental modelingen
dc.subjectStochastic frontier analysisen
dc.subjectFlows regionalizationen
dc.subjectSustainable developmenten
dc.subjectEcologyen
dc.titleProposta de modelagem da capacidade de suporte hídrica para o estado de São Paulo, Brasilpt
dc.title.alternativeProposal of hydric carrying capacity modeling for the state of São Paulo, Brasilen
dc.typeDissertação de mestrado
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Engenharia, Baurupt
unesp.embargoOnlinept
unesp.graduateProgramEngenharia Civil e Ambiental - FEBpt
unesp.knowledgeAreaSaneamentopt
unesp.researchAreaInfraestrutura Urbana e Regional

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
mello_sv_me_bauru.pdf
Tamanho:
6.18 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
license.txt
Tamanho:
2.98 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: