Estudo da geodiversidade da região norte da Ilha de São Sebastião (SP): uma proposta de mapeamento geoambiental aplicado à estratégia de geoconservação

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2018-02-07

Autores

Rodrigues, Flávio Henrique [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Este trabalho é um contributo aos estudos da natureza abiótica em unidades de conservação, tendo como motivação o manejo integrado dos atrativos turísticos naturais e o desenvolvimento sustentável de comunidades locais. Para tanto, partiu-se da hipótese de que o mapeamento geoambiental pode caracterizar e avaliar qualitativamente a geodiversidade de uma região e gerar conteúdos adequados a sua interpretação, bem como do patrimônio natural associado. Paralelamente ao mapeamento da geodiversidade, realizaram-se o inventário sistemático dos sítios de geodiversidade, e a avaliação quantitativa de seus potenciais usos turísticos convencional e de aventura, uso educacional, risco de degradação e potencial valor científico. Foi definida a região norte da Ilha de São Sebastião, com 164 km2, situada no município-arquipélago de Ilhabela, SP. A escolha da área se justifica por estar inserida em uma unidade de conservação de proteção integral, apresentar uma variabilidade significativa em termos litológicos, estruturas geológicas, tipos de relevo e solo, e condições hidrológicas, e possuir um volume razoável de informações anteriores acerca do meio físico. Dentre os resultados obtidos, o mapa da geodiversidade, na escala de 1:20.000, permitiu caracterizar e integrar os atributos analisados em 12 unidades de geodiversidade. Foram também identificados os sítios de geodiversidade com maior potencial à implementação de projetos geoturísticos, além daqueles com significativo valor científico, de relevância estadual. A partir do volume de dados gerado, foi elaborada uma proposta de conteúdo interpretativo destinada à promoção do geoturismo em Ilhabela. Por fim, concluiu-se que a proposta de aplicação do mapeamento geoambiental na estratégia de geoconservação se mostra adequada, à medida que seus resultados otimizam: (1) a obtenção do conteúdo científico referente aos sítios visitados; (2) a definição dos temas representativos da geodiversidade local; (3) o reconhecimento de novos sítios com valor científico, não citados na literatura; (4) a avaliação dos processos geológicos que podem colocar os sítios em risco, e (5) a criação de um banco de dados georreferenciados destinado às fases de interpretação e implementação de projetos geoturísticos.
This work is a contribution to studies of the abiotic nature in protected areas, motivated by the integrated management of natural tourist attractions and the sustainable development of local communities. In order to do so, it was based on the hypothesis that geoenvironmental mapping can characterize and qualitatively evaluate the geodiversity and associated natural heritage of a region, and generate contents appropriate to its interpretation. Alongside, a systematic inventory of the geodiversity sites was carried out, as well as a quantitative evaluation of their potential tourisic uses, in the categories of conventional and adventure turism, educational use, risk of degradation and potential scientific value. The northern region of São Sebastião Island, located in the city-archipelago of Ilhabela, in the state of São Paulo, Brazil, with an area of 164 km2, was defined as the study area. The choice of this area dues to its inclusion in the State Park of Ilhabela, its significant variability in terms of lithology, geological structures, types of relief and soil, and hydrological conditions, and the reasonable amount of previous information about of the physical environment available. Among the results obtained, the 1:20.000 scale geodiversity map contains characterized and integrated attributes analyzed for 12 units of geodiversity. Geodiversity sites with the greatest potential for the implementation of geoturistic projects were identified, in addition to those with a scientific value in terms of state relevance. From the volume of data generated, a proposal of interpretive material was made aimed at the promotion of geotourism in Ilhabela. Finally, it was concluded that the proposal of geoenvironmental mapping in the geoconservation strategy is adequate as its results optimize: (1) obtaining scientific content about the visited sites, (2) the definition of representative themes of local geodiversity, (3) the recognition of new sites with scientific value, not mentioned in the literature, (4) the assessment of geological processes which may put the sites at risk, and (5) the creation of a georeferenced database for the phases of interpretation and implementation of geotourism projects.

Descrição

Palavras-chave

Conservação da natureza, Ilhabela (SP), Sítios de geodiversidade, Mapeamento da geodiversidade, Geoturismo, Nature conservation, Geodiversity sites, Geodiversity mapping, Geotourism

Como citar