Efeito de diferentes intervalos de recuperação entre as séries sobre o desempenho muscular no exercício leg-press em idosas não treinadas

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2012-07-01

Autores

Jambassi Filho, Jose Claudio [UNESP]
Demantova Gurjao, Andre Luiz [UNESP]
Ceccato, Marilia [UNESP]
Goncalves, Raquel [UNESP]
Gallo, Luiza Herminia [UNESP]
Gobbil, Sebastiao [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Soc Brasileira Med Esporte

Resumo

OBJETIVO: Verificar a influência de dois diferentes intervalos de recuperação (IR) entre as séries no exercício leg-press sobre o número e sustentabilidade das repetições e no volume total, em idosas não treinadas. MÉTODOS: Onze idosas (66,5 ± 5,0 anos; 59,2 ± 9,1kg; 146,4 ± 34,9cm) foram submetidas a duas sessões experimentais de exercícios com pesos com intensidade de 15 repetições máximas. Cada sessão experimental foi composta por três séries realizadas até a fadiga muscular utilizando IR de um (IR-1) ou três minutos (IR-3). As sessões experimentais foram separadas por, no mínimo, 48 horas. Todas as participantes realizaram ambos os protocolos e um delineamento cross-over balanceado foi utilizado para determinar a ordem das sessões experimentais. RESULTADOS: Para ambos os IR entre as séries, reduções significativas (P < 0,05) no número e na sustentabilidade das repetições foram observadas da primeira para a segunda e terceira séries e da segunda para a terceira séries. Diferenças significativas (P < 0,05) entre os IR foram observadas nas duas séries finais. O volume total da sessão realizada com IR-3 foi estatisticamente superior (20,4%; P < 0,05) quando comparada a sessão IR-1. CONCLUSÃO: O número e a sustentabilidade das repetições e o volume total de treino de idosas não treinadas são influenciados pelo IR empregado entre as séries. Maiores IR devem ser utilizados quando a finalidade for otimizar o volume de treino por meio da sustentabilidade das repetições. Em contrapartida, menores IR devem ser utilizados quando a meta for obter maiores níveis de fadiga muscular.
Objective: To assess the influence of two different rest intervals (RI) between sets in the leg-press exercise on the number and sustainability of repetitions and total volume in untrained elderly women. Methods: Eleven untrained elderly women (66.5 +/- 5.0 years; 59.2 +/- 9.1 kg; 146.4 +/- 34.9 cm) were submitted to two experimental sessions of resistance exercise with intensity of 15 maximum repetitions. Each experimental session consisted of three sets performed until muscle fatigue with an RI of one (RI-1) or 3 minutes (RI-3). The experimental sessions were separated by at least 48 hours. All participants performed both protocols and a balanced cross-over outlining was used to determine the experimental sessions order. Results: For both RI between sets, significant reduction (P < 0.05) in the number and sustainability of repetitions was observed from the first to the second and third sets, and the second to the third sets. Significant differences (P < 0.05) between the RI were observed in the two final sets. The total volume of the session with RI-3 was statistically higher (20.4%, P < 0.05) when compared with RI-1 session. Conclusion: The number and sustainability of repetitions and the total volume of training in untrained elderly women are influenced by the RI employed between sets. Longer RI should be used when the training goal is to increase training volume through the sustainability of repetitions. Conversely, a shorter RI should be used when the goal is to obtain higher levels of muscle fatigue.

Descrição

Palavras-chave

aging, resistance exercise, muscle fatigue, muscle endurance

Como citar

Revista Brasileira de Medicina do Esporte. São Paulo Sp: Soc Brasileira Med Esporte, v. 18, n. 4, p. 224-228, 2012.