Fluxo lácteo em búfalas (Bubalus bubalis): aspectos ambientais e genéticos

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013-01-25

Autores

Araujo, Daniele Neves [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Este estudo teve por objetivo analisar quais os fatores ambientais, comportamentais e genéticos que afetam a produção de leite e o fluxo lácteo de búfalas (Bubalus bubalis). Os dados foram coletados durante dois anos em 3 fazendas leiteiras participantes do projeto de controle leiteiro realizado pelo Departamento de Zootecnia da Universidade Estadual Paulista em Jaboticabal, no Estado de São Paulo. No primeiro artigo descreveu-se as médias e as curvas de fluxo lácteo para búfalas e foram estimados parâmetros genéticos para a produção de leite, tempo de ordenha e fluxo lácteo em modelo multicaracterística com inferência bayesiana. No segundo artigo destacou-se a análise da relação de manejo aversivo com reatividade de búfalas na ordenha e os possíveis efeitos desta reatividade sobre as características de produção e rotina de ordenha em búfalas. No terceiro artigo verificou-se a existência de polimorfismos nos genes da ocitocina e do receptor adrenérgico α1A e suas possíveis associações com produção de leite, fluxo lácteo e tempo de ordenha. Os resultados sugeriram que a variação genética da produção de leite, fluxo lácteo e tempo de ordenha são suficientes para efeitos de seleção, sendo que a seleção de uma das características influenciará as outras no mesmo sentido. Observou-se que a reatividade das búfalas e as ações dos retireiros não influenciam as características de produção. E que os polimorfismos encontrados nos genes ocitocina e receptor adrenérgico α1A não se mostram associados às características de produção em búfalas
This study aims to analyze which environmental, behavioral and genetic aspects affect the milk production and milk flow of water buffaloes (Bubalus Bubalis). The data was collected in a period of two years in three dairy farms that were participating in the Dairy Bubaline Test Program developed by the Animal Science Department of São Paulo State University, FCAV, Jaboticabal, SP, Brazil. The first paper described the average and milk flow curves of water buffaloes and genetics parameters were estimated for the milk production, milking speed and milk flow in a multiple-trait analysis with bayesian inference. The second paper highlights an analysis of the relation between the aversive handling with the reactivity of water buffaloes in the milking process and the possible effects of this reactivity on the traits of production and the milking process routine in water buffaloes. The third paper verifies the existence of polymorphisms in the genes of oxytocin and of adrenergic receptor α1A and it's possible associations with milk production, milk flow and milking speed. The results suggest that the genetic variation of the milk production, milk flow and milking speed are sufficient for selection purposes, considering that the selection of one of the characteristics will influence the others in the same way. It was noticed that the reactivity of water buffaloes and the activities of the stockpersons has no influence on the other production characteristics. And also that the polymorphisms found in the genes of oxytocin and of the adrenergic receptor α1A do not show themselves associated to production characteristics in water buffaloes, except for the effect of the α1A over production of protein

Descrição

Palavras-chave

Búfalo, Animais - Comportamento, Ocitocina, Receptores adrenérgicos, Aspectos geneticos, Genetic aspects

Como citar

ARAUJO, Daniele Neves. Fluxo lácteo em búfalas (Bubalus bubalis): aspectos ambientais e genéticos. 2013. xiii, 74 p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2013.