Influência de diferentes associações de fotoiniciadores nas propriedades fisico-químicas e mecânicas de adesivos experimentais zinco modificados

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2019-06-26

Autores

Siqueira, Erika Priscila [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A presença de água, bem como a ação das metaloproteinases (MMPs) são fatores que interferem na longevidade das restaurações adesivas. Diferentes associações de fotoiniciadores aos sistemas adesivos experimentais para aumentar a conversão de monômeros na presença de água e a incorporação de ZnOn (nanopartículas de óxido de zinco) como inibidor das MMPs vem sendo estudadas. Objetivo: Validar novos sistemas adesivos experimentais com diferentes associações de fotoiniciadores através de análises dos efeitos destas associações nas propriedades físico-químicas e mecânicas de sistemas adesivos zinco modificados. Material e Método: Modelos experimentais de adesivos na proporção HEMA/BISGMA 45/55 foram manipulados com diferentes acréscimos de fotoiniciadores hidrofílicos (hfi) e hidrofóbicos (hfo) nas proporções de 0,5% e 1% (CQ-hfo; EDMAB-hfo; DMAEMA-hfi; e DPIHP-hfi) acrescidos de nanopartículas de ZnO (1% em massa). Foram avaliadas as propriedades físico-químicas e mecânicas: Grau de Conversão (GC), Resistência Frexural de três pontos (RF), Módulo de Elasticidade (ME), Sorção (SO) e Solubilidade (SOL) seguindo o padrão da ISO 4049. A análise dos resultados foi realizada através dos testes ANOVA 2 fatores e Tukey com nível de significância de 5%. Resultados: As diferentes associações de fotoiniciadores apresentaram diferenças estatisticamente significativas nos testes de GC, ME, e SOL, com os melhores resultados para os grupos G4SZn e G4CZn. Os adesivos contendo ZnOn apresentaram diferenças estatisticamente significantes nos testes de GC, ME e SOL, com os melhores resultados para o grupo G4CZn. Conclusões: a associação de fotoiniciadores hidrofílicos e hidrofóbicos nas formulações contribui para a melhora das propriedades físico-mecânicas de adesivos experimentais; a incorporação de óxido de zinco às formulações não compromete as propriedades desejadas dos sistemas adesivos experimentais e pode ser promissor no controle da degradação longitudinal.
The presence of water as well as the action of metalloproteinases (MMPs) are factors that interfere in the longevity of adhesive restorations. Different associations of photoinitiators to experimental adhesive systems to increase the conversion of monomers in the presence of water and the incorporation of ZnOn (zinc oxide nanoparticles) as inhibitor of MMPs have been studied. Aim: To validate new experimental adhesive systems with different combinations of photoinitiators by analyzing the effects of these associations on the physico-chemical and mechanical properties of modified zinc adhesive systems. Material and Method: Experimental models HEMA / BISGMA 45/55 adhesives were handled with different additions of hydrophilic (hfi) and hydrophobic (hfo) photoinitiators in the proportions of 0.5% and 1% (CQ-hfo; EDMAB-hfo; DMAEMA-hfi; and DPIHP-hfi) plus ZnO nanoparticles (1% by mass). The physico-chemical and mechanical properties were evaluated: Degree of Conversion (DC), Frexural Strength (FS), Modulus of Elasticity (ME), Sorption (SO) and Solubility (SOL) in tests following the ISO 4049 standard. The analysis of the results was performed through the ANOVA 2 factor and Tukey tests with significance level of 5%. Results: The different associations of photoinitiators showed statistically significant differences in the DC, ME, and SOL tests, with the best results for the groups G4SZn and G4CZn. ZnO-doped adhesives showed statistically significant differences in the DC, ME and SOL tests, with the best result for the G4CZn group. Conclusions: the association of hydrophilic and hydrophobic photoinitiators in the formulations contributes to the improvement of the physical- mechanical properties of experimental adhesives; the incorporation of zinc oxide into the formulations does not compromise the desired properties of the experimental adhesive systems and may be promising in controlling longitudinal degradation.

Descrição

Palavras-chave

Dentina, Zinco, Fotoiniciadores dentinários, Dentin, Zinc, Dentinary photoinitiators

Como citar