Comunicação pública e redes digitais: atores, técnicas e políticas

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2020-10-05

Autores

Sena, Kárita Emanuelle Ribeiro

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A partir de princípios que norteiam a Comunicação Pública, esta pesquisa busca investigar lógicas por trás de políticas e técnicas adotadas em experiências que partem de diferentes atores sociais com o propósito de incremento à cidadania e que estão apoiadas em tecnologias digitais. O objetivo foi traçado a partir do seguinte problema de pesquisa: Como instituições do poder público, do mercado e da sociedade civil relacionam tecnologias digitais e incremento à cidadania, no contexto da Comunicação Pública? Nesta pesquisa, defendemos a tese de que diferentes atores sociais têm desenvolvido iniciativas que aliam recursos técnicos e foco na cidadania, podendo ser caracterizadas como práticas que materializam pressupostos da Comunicação Pública ante um espaço público midiatizado. O aporte teórico parte de estudos da Comunicação Pública e de redes digitais, tendo como pano de fundo o fenômeno da Midiatização e seus reflexos para a esfera pública no contexto contemporâneo, considerando práticas de racionalidade neoliberal em contexto digital. O enfoque foi direcionado aos estudos e experiências que se voltam a tecnologias móveis e processos inovativos para incremento à cidadania. O corpus compreende os projetos Fala.BR, da Controladoria-Geral da União - governo federal; Serenata de Amor, da Open Knowledge Brasil, e Guia do Voto, do Grupo Votorantim. As experiências foram analisadas a partir de uma perspectiva que abrange atores, técnicas e políticas. Utilizamos como estratégia metodológica os parâmetros do Estudo de Caso, buscando uma triangulação que contemplou, além de Pesquisa Bibliográfica e Documental, a Observação Sistemática, para as análises das funcionalidades mobile e das características da comunicação em rede, e a Análise de Conteúdo para investigação das normativas e documentos das organizações. Verificamos que as experiências analisadas foram desenvolvidas a partir de diferentes lógicas, conformadas às estratégias das organizações promotoras e dos setores sociais em que estão inseridas. Os resultados sugerem que nem todos preceitos básicos da Comunicação Pública são atendidos e nem sempre a participação social é privilegiada. Há falhas nas diretrizes institucionais e no quesito transparência. Por outro lado, verificamos que há uma materialização parcial de preceitos da Comunicação Pública, advinda de diferentes setores da sociedade – Estado, mercado e sociedade civil – demonstrando que há uma atuação com foco na promoção da Cidadania apoiada em tecnologias digitais no Brasil.
Based on principles that guide Public Communication, this research seeks to investigate logics behind policies and techniques adopted in experiences that start from different social actors with the purpose of increasing citizenship and that are supported by digital technologies. The objective was based on the research problem: How do institutions of public power, the market and civil society relate digital technologies and increase citizenship in the context of Public Communication? In this research, we defend the thesis that different social actors have developed initiatives that combine technical resources and focus on citizenship and can be characterized as practices that materialize precepts of Public Communication before a mediatized public space. The theoretical subsidy starts from studies of Public Communication and digital networks, having as a backdrop the phenomenon of Mediatization and its reflexes to the public sphere in the contemporary context, considering practices of neoliberal rationality in a digital context. The focus was directed to studies and experiences that are related to mobile technologies and innovative processes to increase citizenship. The corpus comprises the projects Fala.BR, of the Controladoria-Geral da União - federal government; Serenata de Amor, by Open Knowledge Brasil, and Guia do Voto, by Grupo Votorantim. The experiences were analyzed from a perspective that includes actors, techniques and policies. For our methodological strategy, we used the parameters of the Case Study Research, seeking a triangulation that included, in addition to Bibliographic and Documentary Research, the Systematic Observation, for the analysis of mobile functionalities and the characteristics of network communication, and Content Analysis for investigation of internal rules and documents of organizations. We verified that the analyzed experiences were developed from different logics, conformed to the strategies of the promoting organizations and the social sectors in which they are inserted. The results suggest that not all basic precepts of Public Communication are achieved and social participation is not always privileged. There are gaps in institutional guidelines and transparency. On the other hand, we verify that there is a partial materialization of precepts of Public Communication, coming from different sectors of society – State, market and civil society – demonstrating that there is an action focused on promoting Citizenship supported by digital technologies in Brazil.

Descrição

Palavras-chave

Comunicação, Política de Comunicação, Tecnologias de informação e comunicação, Democracia, Cidadania, Communication, Communication policy, Information and communication technologies, Democracy, Citizenship

Como citar