Energia metabolizável do óleo de soja em diferentes níveis de inclusão para frangos de corte nas fases de crescimento e final

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2004-10-01

Autores

Andreotti, Marcelo de Oliveira
Junqueira, Otto Mack [UNESP]
Barbosa, Maria José Baptista
Cancherini, Luciana Cardoso [UNESP]
Araújo, Lúcio Francelino [UNESP]
Rodrigues, Eliana Aparecida [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Brasileira de Zootecnia

Resumo

Foram conduzidos dois ensaios de metabolismo utilizando-se frangos de corte machos, com o objetivo de determinar o valor de energia metabolizável aparente (EMA) do óleo de soja, o coeficiente de metabolização da matéria seca (CMMS) e a retenção de nitrogênio (RN) em rações isocalóricas, em função de duas idades das aves: crescimento (22 30 dias) e final (42 50 dias) e quatro níveis de inclusão do óleo de soja: 0; 3,3; 6,6 e 9,9%.Os experimentos tiveram duração de oito dias, sendo três dias para adaptação das aves às rações experimentais e cinco dias para coleta de excretas. O valor energético do óleo de soja foi determinado por diferença. O delineamento utilizado nos dois ensaios foi o inteiramente casualizado, com quatro tratamentos e quatro repetições de seis aves cada. Os valores de EMA do óleo de soja, de RN e do CMMS das rações obtidos para os níveis de 3,3; 6,6 e 9,9% de óleo de soja no período de crescimento foram, respectivamente, de 9.437 kcal/kg, 68,22 g e 75,47%; 9307 kcal/kg, 74,80 g e 74,69%; e 8.701 kcal/kg, 69,98 g e 74,93% e para o período final, de 9.558 kcal/kg, 54,03 g e 79,33%; 8.659 kcal/kg, 48,18 g e 77,92%; e 8307 kcal/kg, 52,88 g e 76,28%. Os níveis de inclusão do óleo de soja não influenciaram os valores de EMA, de RN e o do CMMS. A RN foi maior para aves no período de crescimento e o CMMS foi maior para as aves no período final. A EMA do óleo de soja não foi influenciada pelas idades.
Two experiments of metabolism using broilers were carried out to determine the value for apparent metabolizable energy (AME) of soybean oil, the dry matter metabolization coefficient (DMMC), and the nitrogen retention (NR) in the isocaloric rations on two differents ages: growing phase (22 30 days old) and final phase (42 50 days old) and four inclusion levels of soybean oil: 0; 3.3; 6.6 and 9.9%. The experiments lasted eight days, with three days of adaptation period and five days for excreta collection. The energy values of soybean oil were determined by difference. A completely randomized design, with four treatments and four replications with six birds each, was used. The values of AME of soybean oil, NR and DMMC of the diets obtained at levels of 3.3; 6.6; and 9.9% of soybean oil in the growing phase were respectively: 9,437 kcal/kg, 68.22 g, 75.47%; 9,307 kcal/kg, 74.80 g, 74.69% and 8701 kcal/kg, 69.98 g, 74.93% and to final phase: 9,558 kcal/kg, 54.03 g, 79.33%; 8,659 kcal/kg, 48.18 g, 77.92% and 8,307 kcal/kg, 52.88 g, 76.28%. The inclusion levels of soybean oil did showed no effect on AME, NR and DMMC values. Higher values of NR and DMMC were obtained, respectively, for the birds in the growing and final phases. Soybean oil AME of was not affected by ages.

Descrição

Palavras-chave

Broilers, Digestibility, energy value, nitrogen retention, soybean oil, Digestibilidade, Frangos de corte, óleo de soja, retenção de nitrogênio, valor energético

Como citar

Revista Brasileira de Zootecnia. Sociedade Brasileira de Zootecnia, v. 33, n. 5, p. 1145-1151, 2004.