A Escola de Chicago e a sociologia no Brasil: a passagem de Donald Pierson pela Escola Livre de Sociologia e Política de São Paulo

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2011-03-16

Autores

Guimarães, Rafael Estevão Marão [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A contribuição de Donald Pierson (1900 – 1995) para as Ciências Sociais brasileiras foi significativa, pois o cientista social formado pela Escola Sociológica de Chicago combinou teoria e pesquisa na formação da primeira geração de cientistas sociais profissionais do Brasil. A partir de sua chegada à Escola Livre de Sociologia e Política de São Paulo (ELSP) em 1939, Donald Pierson trabalhou para o desenvolvimento da disciplina no país através de uma série de iniciativas que fundamentaram teoricamente futuras pesquisas empíricas, como por exemplo: coordenação de um Seminário de “Técnicas em Pesquisa Social”; tradução para o português e publicação de bibliografia específica em Ciências Sociais, em sua maioria de origem norte-americana; criação e coordenação de uma divisão de estudos pósgraduados em 1941 – a primeira do gênero na América Latina; pronunciamento de conferências públicas por centros de ensino no Brasil, dentre outras iniciativas pioneiras. Em seguida, coordenou dois amplos projetos de pesquisa empírica, denominados estudos de comunidade. Estes estudos – o de Cruz das Almas (1951) e o do O Homem no Vale do São Francisco (1972) – podem ser considerados o final do ciclo do professor norte-americano na ELSP, pois consolidaram a formação no campo de pesquisa da primeira geração de cientistas sociais profissionais do Brasil, cuja teoria havia sido transmitida em sala de aula a partir de uma série de iniciativas, algumas delas acima mencionadas
Donald Pierson's (1900 – 1995) contribution to the Brazilian Social Sciences was significant since the social scientist formed by the Sociological School of Chicago has combined theory and research on the formation of the first generation of professional social scientists in Brazil. After his arrival at the Escola Livre de Sociologia e Política de São Paulo (ELSP) in 1939, Donald Pierson worked for the development of the discipline in the country through a series of initiatives that substantiate theoretically future empirical research, such as: coordination of a Seminar on Techniques of Social Research; translation into Portuguese and publication of specific literature in Social Sciences, mostly of American origin; creation and coordination of a division of postgraduate studies in 1941 – the first of its kind in Latin America; pronouncement of public lectures in teaching centers in Brazil, among other pioneer initiatives. Then, two large empirical research projects were coordinated, called community studies. These studies – Cruz das Almas (1951) and O Homem no Vale do São Francisco (1972) – can be considered the end of a cycle of the American teacher in the ELSP, since consolidated the training into the research field of the first generation of professional social scientists in Brazil, whose theory had been transmitted in the classroom from a series of initiatives, some of them mentioned above

Descrição

Palavras-chave

Pierson, Donald, 1900-, Chicago, Escola de sociologia de, Ciências sociais - Brasil, Chicago School of Sociology, Social Sciences in Brazil

Como citar

GUIMARÃES, Rafael Estevão Marão. A Escola de Chicago e a sociologia no Brasil: a passagem de Donald Pierson pela Escola Livre de Sociologia e Política de São Paulo. 2011. 94 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, 2011.