Divertículo aracnoide medular em cão: relato de caso

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2024-02-27

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O divertículo aracnoide é uma afecção rara na medicina veterinária, de origem ainda não elucidada completamente, sendo previamente conhecido como “cisto”, termo em desuso devido não apresentar um revestimento epitelial propriamente dito. É caracterizada por um acúmulo de líquido cefalorraquidiano (LCR) que ocasiona compressão medular, principalmente em região de coluna toracolombar, em raças de pequeno porte, e região cervical, em raças de grande porte. Os sinais clínicos observados são normalmente progressivos e semelhantes à uma mielopatia compressiva, sendo observado ataxia, hipermetria, paresia e incontinência fecal ou urinária. O diagnóstico baseia-se em exames de imagem avançados, como tomografiacomputadorizada, mielotomografia e, principalmente, ressonânciamagnética. Atualmente, o tratamento preconizado é a intervenção cirúrgica, por meio de técnicas variáveis como hemilaminectomia, laminectomia dorsal e durotomia, embora o tratamento clínico pode ser feito com uso de corticoides,sem total validação científica da sua comprovação. No presente relato de caso foi realizada intervenção cirúrgica por hemilaminectomia com durotomia, com acesso dorsal, para retirada de divertículo aracnoide localizado em região cervical (C4-C5), após ressonância magnética. O paciente apresentou acompanhamento por sete meses, com recidiva do divertículo e necessidade de nova intervenção cirúrgica, e segue ainda em acompanhamento. Isso demonstra o prognóstico ainda reservado devido à chance de recidivas ou predisposição a discopatias nos pacientes, entretanto, demonstrou eficácia na técnica cirúrgica para manejo do divertículo e melhora dos sinais clínicos.

Descrição

Palavras-chave

Divertículo, Veterinária, Hemilaminectomia

Como citar

RODRIGUES, Gabriele Porfirio. Divertículo aracnoide medular em cão – Relato de caso. 2024. 20 f. Trabalho de Conclusão da Residência (Residência em Medicina Veterinária) – Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Botucatu, 2024.