Estudo das propriedades mecânicas de elasticidade para madeira de pinus e eucalipto segundo ABNT NBR 7190:1997

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2015-11-10

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

The structural projects in Brazil are calculated based on the mechanica properties obtained from experimental tests standardized by ABNT NBR 7190: 1997, which aim to quantify these variables due to mechanical requests. In this context the Brazilian standard recommends some strength and stiffness relations that are obtained depending on different properties by coefficients. However, the timber is a variable material, and in many cases, it is observed considerably variety for the coefficients of these relationships. The aim of this work was to analyze through experimental tests the relations proposed by NBR 7190: 1997 relating the modulus of elasticity in compression (E) and bending (EM) through the values 0.90 for woods hardwood and 0.85 for softwoods. It were also evaluated the relationships between he shear modulus (G) and longitudinal (L) to be 20 for both wood geners. The results showed that the relationships analyzed showed values for the coefficients with variations of up to 80% compared to the amounts proposed by the Brazilian standard
Os projetos estruturais no Brasil são calculados com base nas propriedades mecânicas, obtidas a partir de ensaios experimentais padronizados pela ABNT NBR 7190:1997, os quais visam quantificar tais variáveis às devidas condições de solicitação mecânica. Nesse contexto a referida norma brasileira de madeiras propõe algumas relações de resistência e de rigidez que são obtidas em função diferentes propriedades, sejam elas elásticas ou de resistência relacionadas entre si por coeficientes. No entanto, a madeira por ser um material variável, em muitos casos, apresenta variações consideráveis dos coeficientes dessas referidas relações. O presente trabalho de pesquisa teve como finalidade analisar através de ensaios experimentais as relações propostas pela norma de madeiras ABNT NBR 7190:1997 que relacionam o módulo de elasticidade na compressão (E) e na flexão (EM) através dos valores 0,90 para madeiras folhosas e de 0,85 para as coníferas. Também foi avaliada a relação entre o módulo de elasticidade transversal (G) e longitudinal (E) como sendo de 20 para ambos os gêneros de madeira. Os resultados mostraram que algumas relações analisadas apresentaram valores para os coeficientes com variações de até 80% com relação aos valores propostos pela norma brasileira

Descrição

Palavras-chave

Madeira - Testes, Madeira - Propriedades mecânicas, Elasticidade, Normas tecnicas, Pinheiro, Eucalipto, Wood- Testing

Como citar

SILVA, Lucas Gomes da. Estudo das propriedades mecânicas de elasticidade para madeira de pinus e eucalipto segundo ABNT NBR 7190:1997. 2015. . Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Engenharia Industrial Madeireira) - Universidade Estadual PaulistaJúlio de Mesquita Filho, Campus Experimental de Itapeva, 2015.