A influência da escolaridade no desenvolvimento de crianças contaminadas por chumbo

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2007-07-26

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A contaminação por chumbo é uma variável ambiental prejudicial que pode gerar problemas de saúde e afetar o desenvolvimento adequado de crianças em todas as suas nuances, por ser mais vulnerável aos seus efeitos. A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera aceitável a concentração de chumbo no sangue inferior a 10 'mü'/dl para crianças. O presente estudo teve como objetivo analisar os efeitos da contaminação por chumbo e a frequência à escola no desenvolvimento geral e áreas específicas, em crianças com plumbemia acima de 10 'mü'/dl, comparando-o com crianças com nível de chumbo abaixo de 5 'mü'/dl, frequentando escola, oriundas de condições socioeconômicas semelhantes. Participaram 49 crianças na faixa etária de quatro a cinco anos, divididas em contaminadas (GCC) e não contaminadas (GCNC) e, com relação à frequência a escola (GCC1), crianças contaminadas com escola e, (GCC2), contaminadas sem escola. Seu desenvolvimento foi avaliado pelo Inventário Portage Operacionalizado (IPO) geral e nas áreas específicas (Desenvolvimento Motor, Linguagem, Autocuidado, Socialização e Cognição). Os resultados mostraram que o desenvolvimento geral do GCC e do GCNC está próximo do esperado, tanto para os meninos quanto para as meninas. Todavia, considerando as áreas específicas do desenvolvimento, observou-se que, em Cognição, o desempenho foi abaixo do esperado para os dois grupos, porém, significativamente mais baixo para as crianças do GCC. Quanto à escolaridade, comparando as crianças do GCC (GCC1 e GCC2) observaram-se diferenças estatisticamente significativas...
Lead contamination is a harmful environmental variable which might cause health problems and affect the proper development of children at all levels, since they are more vulnerable to its effects. The World Health Organization (WHO) considers as acceptable a blood concentration below 10 'mü'/dL for children. The present study aimed at analyzing the effects of lead and school attendance on general development and in specific areas, in children with lead levels above 10 'mü'/dL compared to children with lead levels below 5 'mü'/dL who attend school, with similar socioeconomic conditions. The study analyzed 49 subjects, ages ranging from four to five years old, divided into contaminated (GCC) and non-contaminated (GCNN), and in terms of school attendance, they were divided into contaminated (GCC) and non-contaminated (GCNC), and in terms of school attendance, they were divided into contaminated at school (GCC1) and contaminated, not at school (GCC2). Their development was evaluated by the Operationalized Portage Inventory (OPI) in general and specific areas (Motor Development, Language, Self-care, Socialization, and Cognition). The results showed that the general development of GCC and GCNC is close to what was expected, for both boys and girls. However, considering the specific areas, we observed that when it comes to Cognition, the performance was below the expectations for both groups, and significantly lower for the GCC group. As for the educational level, comparing children from the GCC group (GCC1 and GCC2), we observed statistically significant differences... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Palavras-chave

Psicologia do desenvolvimento, Crianças - Desenvolvimento, Educação pre-escolar, Chumbo no organismo, Child development, Lead contamination, Children's educational level

Como citar

TROIJO, Maria Alice Ferraz. A influência da escolaridade no desenvolvimento de crianças contaminadas por chumbo. 2007. 143 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências, 2007.