Percepção e impercepção: a experiência sensível na tradição fenomenológica

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo

In this paper, we circumscribe a domain of theoretical research on the combination dynamics between the dimensions of presence and absence, visibility and invisibility, which emerges in the phenomenology of perception as an essential trait which marks both our experience of the perceived world and our subjective and intersubjective experience. We prioritize a theoretical axis that integrates Edmund Husserl and Maurice Merleau-Ponty’s thinking into Renaud Barbaras’ recent contributions. To this philosophical framework, we link contributions especially of psychology, outlining the circular movement observed between the phenomenology of perception and phenomenological psychology, Gestalt psychology, psychoanalysis, cognitive sciences and neurosciences.
Neste artigo, circunscrevemos um domínio de investigação teórica relativo à dinâmica de conjugação das dimensões de presença e ausência, de visibilidade e invisibilidade, que emerge na fenomenologia da percepção como traço essencial tanto da nossa experiência do mundo percebido quanto da nossa experiência subjetiva e intersubjetiva. Priorizamos um eixo teórico que integra o pensamento de Edmund Husserl e Maurice Merleau-Ponty às contribuições recentes de Renaud Barbaras. A esse quadro filosófico, vinculamos aportes especialmente da psicologia, demarcando o movimento de circularidade observado entre a fenomenologia da percepção e a psicologia fenomenológica, a psicologia da Gestalt, a psicanálise, as ciências cognitivas e as neurociências.

Descrição

Palavras-chave

Perception, Body, Movement, Desire, Phenomenology, Percepção, Corpo, Movimento, Desejo, Fenomenologia

Como citar

Psicologia em Pesquisa, v. 8, n. 2, p. 211-220, 2014.