Produtividade e teores de nutrientes na cultura do milho em função da aplicação de doses de calcário e cinza de biomassa de eucalipto

Imagem de Miniatura

Data

2024-01-12

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Com a expansão contínua das áreas cultivadas com eucalipto no Brasil, surge a necessidade urgente de gerenciar adequadamente os resíduos agroindustriais para prevenir impactos ambientais. A destinação e utilização adequadas desses resíduos tornam-se essenciais para o reaproveitamento em áreas de produção, pois, a análise química da cinza proveniente da queima dos resíduos de biomassa de eucalipto revela seu potencial para ser empregada como corretivo de acidez do solo e fonte de nutrientes. O trabalho teve como objetivo avaliar o efeito de doses de cinza de biomassa de eucalipto e doses calcário, na nutrição e parâmetros de produtividade de milho. O experimento foi desenvolvido em área experimental da Fazenda de Ensino, Pesquisa e Extensão (FEPE), pertencente à Faculdade de Engenharia/UNESP – Campus de Ilha Solteira, localizada no Município de Selvíria-MS. O experimento foi desenvolvido no período de outono/inverno do ano de 2020. O delineamento experimental foi o em blocos casualizados com os tratamentos dispostos em esquema fatorial 4x4. Os tratamentos utilizados foram 4 doses de calcário (PRNT 82%), sendo ausência da aplicação do corretivo e doses para elevação da saturação por bases para 60, 80 ou 100%. A partir da análise de solo e na camada de 0 a 20 cm, as doses aplicadas fora, ausência de calcário, 0,84; 2,5 e 4,2 t ha-1. O outro fator foi cinzas, na qual, as doses utilizadas foram, ausência de aplicação de cinza, 10; 20 ou 40 t ha-1. As doses de cinza e calcário foram aplicados em outubro de 2019 e incorporadas com grade pesada, seguida de grade niveladora. A soja foi cultivado no período de primavera/verão e o milho em sucessão. O híbrido utilizado foi o AG 8088 PRO, semeado de forma direta após a colheita da soja, em espaçamento de 0,45 m e densidade de semeadura de 3,4 sementes por metro de sulco. A adubação no sulco de semeadura foi de 130 kg ha-1 da formulação 08-28-16, com 100 kg de uréia ha-1 em cobertura. A área possui irrigação por pivô central e as avaliações realizadas foram: estado nutricional (teores de N, P, K, Ca, Mg, S, Cu, Fe, Mn e Zn) das plantas, características agronômicas e produtividade de grãos. Houve interação significativa entre doses de calcário e de cinza de biomossa de eucalipto quanto aos teores foliares de N, P, K, Ca, Mg, S, Cu, Fe, Mn e Zn.O teor foliar de N aumentou até a dose de 40 t ha-1 de cinza de biomassa em solo com V% de 50 ou corrigida para 60%.Na ausência da aplicação de calcário, o uso de cinza aumentou o teor foliar de Cu. Não houve interação entre doses de calcário e cinza para produtividade de grãos. Comprimento da espiga e número de grãos por fileira apresentaram os maiores resultado na dose de 40 t ha-1 de cinza de biomassa de forma isolada.Em virtude do aumento de 13,6% de aumento da produtividade de grãos com a maior dose de cinza, independente da dose de calcário, indica a necessidade de mais estudos sobre o uso deste resíduo industrial em termos de diferentes solos quanto a textura, fertilidade, ambiente, cultura e tempo de residual no solo, para afirmar a viabilidade para o uso agrícola do resíduo.
The continuous expansion of eucalyptus cultivation areas in Brazil highlights the urgent need to manage agro-industrial residues properly to prevent environmental impacts. The proper disposal and utilization of these residues are essential for their reuse in production areas. Chemical analysis of the ash from eucalyptus biomass burning reveals its potential as a soil acidity corrector and nutrient source. This study aimed to evaluate the effects of eucalyptus biomass ash and limestone doses on maize nutrition and productivity parameters. The experiment took place at the Experimental Farm of Teaching, Research, and Extension (FEPE) owned by the Faculty of Engineering/UNESP – Ilha Solteira Campus, in Selvíria-MS, during the fall/winter of 2020. The experimental design was a randomized complete block with treatments arranged in a 4x4 factorial scheme. The treatments included four limestone doses (PRNT 82%), ranging from no corrective application to doses for raising base saturation to 60, 80, or 100%. For areas without limestone, the doses ranged from 0.84 to 4.2 t ha-1. The other factor was ash, with doses of no application, 10, 20, or 40 t ha-1. Ash and limestone doses were applied in October 2019 and incorporated with heavy harrowing, followed by leveling. Soybeans were cultivated during the spring/summer, and maize was planted successively. The AG 8088 PRO hybrid was directly sown after soybean harvest, with a spacing of 0.45 m and a seeding density of 3.4 seeds per meter of row. Fertilization at planting included 130 kg ha-1 of the 08-28-16 formulation and 100 kg ha-1 of urea as topdressing. The area was irrigated by a central pivot, and evaluations included the nutritional status (N, P, K, Ca, Mg, S, Cu, Fe, Mn, and Zn content) of plants, agronomic characteristics, and grain yield. Significant interactions occurred between limestone and eucalyptus biomass ash doses for foliar contents of N, P, K, Ca, Mg, S, Cu, Fe, Mn, and Zn. Leaf N content increased up to the 40 t ha-1 ash dose in soils with a 50% base saturation or corrected to 60%. In the absence of limestone, ash application increased leaf Cu content. There was no interaction between limestone and ash doses for grain yield. Ear length and number of grains per row showed the best results at the 40 t ha-1 ash dose alone. A 13.6% increase in grain yield with the highest ash dose, regardless of limestone dose, indicates the need for further studies on this industrial residue concerning different soils in terms of texture, fertility, environment, crop, and residual time in the soil to confirm its agricultural usability.

Descrição

Palavras-chave

Cinza de biomassa vegetal, Zea mays, Reaproveitamento de resíduos, Corretivo de acidez

Como citar

ARRUDA, Natan Elifas Alves de. Produtividade e teores de nutrientes na cultura do milho em função da aplicação de doses de calcário e cinza de biomassa de eucalipto. Orientador: Edson Lazarini. 2024. 44 p. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Engenharia Agronômica) - Universidade Estadual Paulista, Ilha Solteira, 2024.