Processamento do compósito de fibra de capim-sapê / epóxi e avaliação da resistência à flexão “t” de Student

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013-12-12

Autores

Oliveira, Juliana Bovi de [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

In recent years a great worldwide interest has arisen for the development of new technologies that enable the use of products with less environmental impact. The replacement of synthetic fiber plants is a possibility very important because this fiber is renewable, biodegradable and few cost and cause less environmental impact. Given the above, this work proposes to develop polymeric composites of epoxy resin and study the behavior of these materials. Both, the epoxy resin used as matrix in the manufacture of sapegrass fiber composite, as tree composites formed by: epoxy/unidirectional sapegrass long fiber, 75% epoxy/25% short fiber, by volume, and 80% epoxy/20% short fiber, by volume, were characterized by bending, and the composites produced with short fibers random were inspected by Optical Microscopy and Acoustics Inspection (C-Scan). For the analysis of the sapegrass fiber morphology, composites 75% epoxy/25% short fiber (sheet chopped) and 80% epoxy/20% short fiber images were obtained by optical microscope and the adhesion between polymer/fiber was visualized. As results, the flexural strength of composites epoxy/unidirectional long fibers, 75% epoxy/25% short fiber and 80% epoxy/20% short fiber were 70.36 MPa, 21.26 MPa, 25.07 MPa, respectively. Being that composite showed that the best results was made up of long fibers, because it had a value of higher flexural strength than other composites analyzed
Nos últimos anos um grande interesse mundial tem surgido pelo desenvolvimento de novas tecnologias que possibilitem a utilização de produtos com menor impacto ambiental. A substituição de fibras sintéticas por fibras vegetais é uma possibilidade bastante importante pelo fato desta fibra ser de uma fonte renovável, biodegradável e de baixo custo e por provocar menor impacto ambiental. Este trabalho se propôs a desenvolver compósitos poliméricos de resina epóxi e a estudar o comportamento destes materiais. Tanto a resina epóxi utilizada como matriz na confecção dos compósitos de fibra de capim-sapê, quanto os três compósitos formados por: resina epóxi e fibras de capim-sapê longas e unidirecionais, 75% epóxi/25% fibra curta, em volume, e 80% epóxi/20% fibra curta, em volume, foram caracterizados por análise mecânica de flexão, sendo que os compósitos produzidos com fibras curtas foram também inspecionados por Microscopia Óptica e Inspeção Acústica (C-Scan). Para a análise da morfologia da fibra de capim-sapê e dos compósitos de capim- sapê/epóxi com composição, em volume, de 75% epóxi/25% fibra curta (folha picada e cortada) e de 80% epóxi/20% fibra curta foram obtidas imagens no microscópio óptico de toda a superfície da amostra e pode-se verificar a adesão da fibra ao polímero. Como resultados, as resistências mecânicas em flexão dos compósitos epóxi/fibras longas e unidirecionais, 75% epóxi/25% fibra curta e 80% epóxi/20% fibra curta foram de 70,36 MPa, 21,26 MPa e 25,07 MPa, respectivamente. Sendo que o compósito que apresentou melhores resultados foi o formado por fibras longas, já que o mesmo apresentou um valor de resistência em flexão mais elevado que os demais compósitos analisados

Descrição

Palavras-chave

Resinas epoxi, Fibras, Resistencia de materiais, Compositos polimericos, Microscopia, Epoxy resins

Como citar

OLIVEIRA, Juliana Bovi de. Processamento do compósito de fibra de capim-sapê / epóxi e avaliação da resistência à flexão “t” de Student. 2013. 58 f. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado - Engenharia de Materiais) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá, 2013.