Centro de Ciências de Araraquara (CCA)

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2001
Autores
Oliveira, Luiz Antonio Andrade de [UNESP]
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Editor
Universidade Estadual Paulista (Unesp)
Resumo
O Centro de Ciências de Araraquara (CCA) foi criado em 28/12/1989, através de um convênio estabelecido por um período de 15 meses entre a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo (SCTDE) e a Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", sendo o Instituto de Química o órgão executor. Suas atividades foram iniciadas em março de 1990, em imóvel alugado no centro da cidade, onde funcionou até início de 1991. Com a interrupção do repasse de recursos pela SCTDE, o CCA mudou-se um galpão industrial cedido pela Fundação Paula Souza, onde funcionou precariamente até meados de 1998. Atualmente o CCA está localizado em imóvel de escola estadual desativada, localizado à Avenida Advogado Bernardino Arantes de Almeida, s/no. , Jardim Santa Lúcia , com área total de 7232 m2 e área construída de aproximadamente 1.000 m2. O imóvel foi cedido pelo Governo Estadual a partir de março de 1998, por um período de 20 anos, renovável por igual período. Após adequação das instalações, realizada com recursos próprios do Instituto de Química, o apoio da Pró-Reitoria de Extensão(PROEX), da Prefeitura Municipal , e da iniciativa privada (Colégio Objetivo e Oxipaulista), o CCA foi reaberto ao público no dia 16 de abril de 1999. Dentre seus objetivos destacam-se : i) estímulo ao uso da experimentação no ensino de Ciências do Ensino Fundamental e Médio; ii) oferecimento de condições para o aperfeiçoamento constante desses professores; iii) aumento da interação entre a Universidade e a rede de ensino Fundamental e Médio, através da participação de seus alunos como monitores, apoio à realização de Feiras de Ciências, oferecimento de cursos de aperfeiçoamento e extensão; iv) apoio aos alunos do Ensino Fundamental e Médio na elaboração de trabalhos, montagens de feiras de ciência, etc. ; v) atividades de divulgação dos conhecimentos científicos e tecnológicos junto a comunidade em geral , através de biblioteca, vídeos, recursos multimídia, exposições permanentes e temporárias, cursos e atividades culturais . Dentre os diversos recursos disponíveis, provenientes de várias fontes(Fundação Vitae, convênio RDA/UNESP, CAPES, PADCT, FAPESP) pode-se destacar: i) conjunto de 60 caixas de kits de experimentos de Ciências para empréstimo a professores; ii) coleção de vídeos didáticos, científicos e de divulgação; iii) telescópio de espelho Celestron para observações astronômicas; iv) esqueletos e modelos anatômicos de corpo humano masculino e feminino; v) modelos de órgãos diversos; vi) kits diversos desenvolvidos pelos monitores do CCA; vii) laboratório didático completo de Química; viii) revistas e livros de ensino e divulgação; ix) viveiro de animais e plantas; x) exposições permanentes de biologia, mineralogia e paleontologia; xi) material audiovisual - televisão e 2 vídeos, retroprojetores; xii) 04 computadores, 02 impressora e zip drive. Entre as principais atividades desenvolvidas pelo CCA desde sua fundação, pode-se destacar i)serviço de empréstimo de kits da Experimentoteca, fitas de vídeo e material bibliográfico para professores de escolas públicas e privadas, atingindo cerca de 40 escolas da rede de ensino, e um publico aproximado de 10.000 alunos/ano; ii) visitas programadas de grupos de alunos; iii) utilização dos laboratórios e recursos do CCA para desenvolvimento da parte experimental de aulas regulares de Ciências; iv) orientação de grupos de alunos na elaboração de trabalhos extra-classe e no desenvolvimento de projetos para Feiras de Ciência; v) empréstimo de materiais diversos necessários para a apresentação dos trabalhos desenvolvidos pelos alunos; vi) oferecimento de cursos de aperfeiçoamento para professores da rede pública de ensino; vii) realização de observações astronômicas regulares e de cobertura de eventos especiais ( observação de cometas ); viii) participação em projetos de ensino. Durante o seu período de funcionamento, o CCA participou de vários projetos de ensino e divulgação, dentre os quais se destacam : i) PROJETO SPEC/PADCT "Na Busca de Uma Metodologia Alternativa Para o Ensino de Química e Formação do Professor Secundário" ; ii) PROJETO PROIN/CAPES " Apoio ao Desenvolvimento da Pós-Graduação Através da Integração da Graduação/Pós-Graduação" ; iii) Projeto de Educação Continuada (PEC), convênio UNESP/ Secretária da Educação; iv) Projeto Pró-Bio/FAPESP " Reciclagem de professores de Biologia da Rede Pública de Ensino Médio" e, v) atuação em projetos de ensino integrado, em conjunto com o Centro de Divulgação Cultural e Científica, Universidade de São Paulo, Campus de São Carlos. Os projetos i) e iv) estão em desenvolvimento atualmente. A atual Comissão Coordenadora do CCA, composta por docentes do Instituto de Química e da Faculdade de Ciências Farmacêuticas , elaborou o seguinte plano de ações futuras: i) melhoria dos laboratórios de Biologia, Física e Matemática; ii) adequação das instalações do Museu de Minerais, Rochas e Paleontologia; iii) elaboração de projeto de ensino integrado de Ciências, tendo a indústria sucro-alcooleira como eixo temático; iv) implantação do projeto de laboratório volante de Ciências; v) adequação de kits de experimentos já desenvolvidos e desenvolvimento de novo kits das diferentes áreas da Ciência, complementando recursos já existentes; vi) realização de observações astronômicas abertas ao público; vii) trabalho de campo com alunos do ensino fundamental e médio, nas diferentes áreas de interesse científico ; viii) oferecimento de mini - cursos específicos e de divulgação voltados para alunos e professores, e público interessado; ix) continuação dos cursos de aperfeiçoamento do ensino atualmente em vigor e encaminhamento de novos projetos de melhoria do ensino no programa Pró - Ciências da FAPESP; x) estabelecimento de plantão de dúvidas com monitores de Física, Química, Biologia e Matemática; xi) projetos de educação ambiental, envolvendo coleta seletiva de lixo e reciclagem; xii) projetos de pesquisa em ensino; xii) montagem de exposições temporárias; xiv) realização de atividades culturais diversas aberta ao público, como sessões de vídeo, apresentações musicais, etc. Para o financiamento dessas iniciativas, está sendo elaborado projeto a ser encaminhado à fundações e orgãos de fomento. Os projetos em funcionamento e a serem implantados, oferecem uma oportunidade ímpar de treinamento aos bolsistas participantes, especialmente os alunos do curso de Licenciatura em Química, por possibilitar : i) contato com situações de ensino-aprendizagem envolvendo os diferentes níveis do sistema de ensino e, ii) preparo e adequação de experimentos integrados a projetos de ensino. Com essas ações pretende-se contribuir para : i) a melhoria do ensino de Ciências nas escolas locais e da região, enfatizando o caráter experimental e multidisciplinar do conhecimento científico e, ii) divulgação do conhecimento científico junto à população em geral.
Descrição
Palavras-chave
Como citar