Bypass ureteral subcutâneo em obstrução ureteral felina: relato de caso

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2024-02-27

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O presente estudo tem como objetivo revisar os aspectos gerais da implantação cirúrgica do bypass subcutâneo ureteral, assim como relatar um caso clínico com tratamento pelo bypass após obstrução ureteral unilateral por urolitíase. A obstrução ureteral felina é uma afecção frequentemente diagnosticada em felinos e os sinais clínicos são inespecíficos, associados a azotemia e desequilíbrio eletrolítico, principalmente hiporexia ou anorexia, vômitos, salivação, perda de peso, dor abdominal, desidratação, quadro semicomatoso e óbito. É comumente causada por urolitíase, embora sejam relatados também estenose ureteral, coágulos sanguíneos solidificados, infecção e fibrose associados ao quadro de nefropatia obstrutiva. O diagnóstico é feito por meio de alterações nos exames hematológicos e de imagem. A ultrassonografia é indicada para avaliar nefromegalia, dilatação da pelve renal e ureter e possibilidade de visibilização do ureterólito. O manejo médico pode ser adotado nas primeiras horas da obstrução ureteral como tentativa de redução da mesma, no entanto, a taxa de sucesso do tratamento médico é baixa (8-13%). Abordagens cirúrgicas convencionais como a ureterotomia e neoureterocistostomia apresentam altas taxas de mortalidade, desse modo, a colocação do dispositivo bypass é indicado como tratamento padrão, apesar de custos mais elevados, em casos de obstrução ureteral devido a altas taxas de sucesso, e aumento da taxa de sobrevida. Este relato objetiva discorrer sobre os aspectos gerais da implantação cirúrgica do bypass e adicionalmente relatar um caso clínico de obstrução ureteral unilateral por urolitíase, tratado com bypass, o qual demonstrou eficácia para o tratamento emergencial e contribuiu para um bom prognóstico da paciente.
This study aims to review the general aspects of the surgical implementation of subcutaneous ureteral bypass and report a clinical case treated with bypass after unilateral ureteral obstruction due to urolithiasis. Feline ureteral obstruction is a frequently diagnosed condition in cats. Clinical signs are nonspecific, associated with azotemia and electrolyte imbalance, mainly hyporexia or anorexia, vomiting, drooling, weight loss, abdominal pain, dehydration, semicomatose state, and death. It is commonly caused by urolithiasis, although ureteral stenosis, solidified blood clots, infection, and fibrosis associated with obstructive nephropathy are also reported. Diagnosis is made through changes in hematological and imaging tests. Ultrasonography is indicated to evaluate nephromegaly, dilatation of the renal pelvis and ureter, and the possibility of visualizing the ureteral stone. Medical management can be attempted in the early hours of ureteral obstruction to reduce it; however, the success rate of medical treatment is low (8-13%). Conventional surgical approaches such as ureterotomy and neoureterocystostomy have high mortality rates. Therefore, the placement of the bypass device is indicated as the standard treatment, despite higher costs, in cases of ureteral obstruction due to its high success rates and increased survival rate. This report aims to discuss the general aspects of the surgical implementation of bypass and additionally report a clinical case of unilateral ureteral obstruction due to urolithiasis, treated with bypass, which demonstrated efficacy as emergency treatment and contributed to a favorable prognosis for the patient.

Descrição

Palavras-chave

Ureterolitíase, Hidronefrose, Doença renal crônica

Como citar