Efeito da neutralização e remoção sônica do precipitado do ácido fluorídrico na resistência à fratura de coroas cerâmicas

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2010-07-06

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Testou-se o efeito de diferentes formas de tratamento da superfície cerâmica após condicionamento com ácido hidrofluorídrico (HF) na resistência à fratura de coroas cerâmicas à base de dissilicato de lítio. Quarenta terceiros molares humanos receberam um preparo convencional para coroa total. Após escaneamento digital dos preparos, blocos cerâmicos foram usinados pelo sistema CAD/CAM para obtenção das coroas. A espessura da película de cimento das coroas ao preparo foi verificada com silicone de adição. As coroas foram distribuídas nos 4 grupos conforme o tratamento da superfície cerâmica (n=10): (HF)- HF à 4.9% por 20s + spray ar-água por 30s; (HFN)– HF + agente neutralizador por 5 min (N); (HFU) – HF + banho sônico por 5 min (U); e (HFNU)– HF + N + U. Após aplicação de uma camada de silano (60s), as coroas foram cimentadas com cimento resinoso dual. Uma carga compressiva de 1000Kg foi aplicada no centro da face oclusal da coroa com velocidade de 1 mm/min até a fratura. Os dados foram analisados por ANOVA e Tukey (α=0,05). A carga média de fratura (Kgf) foi: HF = 169,92 ± 21,37; HFN = 187,34 ± 34,79; HFU = 166,63 ± 40,22 e HFNU = 175,26 ± 40,22. O tratamento da superfície cerâmica após condicionamento ácido não influenciou significativamente (p>0.05) na resistência à fratura das coroas cerâmicas testadas, sugerindo que é desnecessário qualquer tratamento adicional para remoção de resíduos após o uso de HF e lavagem com jato de água-ar
The effect of different ceramic surface post hydrofluoric acid (HF) etching cleaning protocols in the fracture strength of lithium dissilicate glass ceramic crowns were evaluated. Forty maxillary third human molars received a conventional full preparation. Crowns were obtained from the digital scanning of the preparations and CAD/CAM blocks machining. Crown cement film thickness was evaluated with vinyl polysiloxane. The crowns were allocated in 4 groups according to the ceramic surface treatment (n=10): (HF)- 4.9% HF for 20s + water spray for 30s; (HFN)- HF + neutralizing agent for 5 min (N); (HFU) -: HF+ sonic bath for 5 min (U) and (HFNU): HF + N + U. After a silane coat (60s), crowns were cemented with dual cure cement. A compressive load of 1000Kg was applied in the occlusal surface center at crosshead speed of 1mm/min until the fracture. Data were analyzed by one-way ANOVA and Tukey tests (α = 0.05). Fracture strength mean for each group was (Kgf): HF = 169.92 ± 21.37; HFN = 187.34 ± 34.79; HFU = 166.63 ± 40.22 e HFNU = 175.26 ± 40.22. There was no statistical difference as the surface treatment (p>0.05) suggesting that it is not necessary any additional ceramic surface treatment in order to remove debris after using of HF and air-water spray rinsing

Descrição

Palavras-chave

Cerâmica odontológica, Ácido fluorídrico, Neutralização de resíduos químicos, Ceramic, Hydrofluoric acid, Chemical waste neutralization

Como citar

ZOGHEIB, Lucas Villaça. Efeito da neutralização e remoção sônica do precipitado do ácido fluorídrico na resistência à fratura de coroas cerâmicas. 2010. 117. f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Odontologia de São José dos Campos, 2010.