Produzir e vender? o caso do programa de aquisição de alimentos de agricultores familiares assentados da reforma agrária em Tangará da Serra-MT

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2016-07-29

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Com a hipótese de que a aquisição de alimentos por meio da política pública do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) tem fortalecido o acesso aos mercados, a organização, a produção e a lucratividade dos agricultores familiares assentados da reforma agrária de Tangará da Serra-MT desenvolveu-se o presente estudo. Realizou-se a pesquisa de campo com a aplicação de formulário de perguntas a agricultores familiares assentados, feita em dois momentos e com objetivos distintos. O primeiro momento, entre junho e julho de 2015, com 14 agricultores familiares assentados, buscou retratar questões socioeconômicas, produtivas, de organização, participação e efeitos quali-quantitativos do PAA na vida e produção destes agricultores. No segundo momento, em novembro de 2015, com três agricultores familiares assentados, procurou-se estimar e analisar os custos de produção e a lucratividade das principais atividades comercializadas com o PAA pelos agricultores familiares assentados. Os resultados apontaram que o PAA promoveu comercialização de produtos agrícolas diversos, aumento da qualidade e quantidade de produtos, com destaque para a produção de banana, mandioca e abóbora, que na comercialização mostram resultados econômicos positivos tanto para o mercado tradicional quanto para o PAA, com desdobramentos positivos quanto à renda e às condições de vida das famílias. No entanto, observou-se que o associativismo tem por finalidade única a comercialização com o programa e que a falta de articulação entre as políticas públicas resulta em ausência de assistência técnica e extensão rural, além de se notarem preocupações quanto as interrupções de projetos do PAA. Ao final percebeu-se que os agricultores familiares assentados da reforma agrária de Tangará da Serra-MT conseguem produzir, tanto para atender à demanda da própria família quanto para comercialização, mas o vender desta produção ainda precisa de um suporte mais efetivo. Apesar de o PAA representar uma ferramenta importante no fortalecimento da agricultura familiar, ainda se mostra embrionário e incipiente na construção de acesso a novos mercados e na organização dos agricultores familiares assentados em Tangará da Serra-MT.
This research was conducted with the hypothesis that the acquisition of food through the public policy of the Food Purchase Programme (PAA) has strengthened access to markets, organization, production and profitability of settled family farmers in agricultural reform of municipality Tangará da Serra, Mato Grosso state, Brazil. The field research was performed based in application of forms, on two different occasions and objectives, to established family farmers. The first time, the form was carried out between June and July 2015 with 14 settled family farmers. It sought to expose socioeconomic, production and organization issues, as well participation and qualitative-quantitative effects of the PAA, in the production and life of these farmers. In the second phase, in November 2015, with three established farmers, the research aimed to estimate and analyze the costs and profitability of the main commercial activities under the PAA by settled established family farmers. The results showed that the PAA promoted the market diversity, and the increase the quality and quantity of products, especially in the production of bananas, cassava and pumpkin that show positive economic results in market, for both traditional market and the PAA, with positive developments related to income and living conditions of families. However, it is observed that the association has the sole purpose of commercializing with the program, and the lack of coordination between public policies results in absence of technical assistance and rural extension, in addition to concerns about interruptions of the PAA projects. At the end the study realized that family farmers settled in municipality Tangará da Serra can produce both to meet the family’s own demand, and to commercialize, but in order to sell this production, they still need a more effective support. Despite the PAA being an important tool in strengthening family farming, it is still emerging in constructing access to new markets and in the organization of family farmers settled in municipality Tangará da Serra.

Descrição

Palavras-chave

PAA, Comercialização, Custo de produção, Políticas públicas, Marketing, Production cost, Public policy

Como citar