Programa de conscientização da população sobre o destino adequado dos dejetos fecais de animais em vias e logradouros públicos e exames laboratoriais

Resumo

A contaminação ambiental por meio dos dejetos fecais de animais domésticos em vias públicas e logradouros tem sido motivo de preocupação, pois o parasitismo intestinal em cães, além de causar danos à saúde destes animais, constitui um sério problema de saúde pública, já que diversas espécies de parasitos possuem potencial zoonótico. A transmissão de parasitas como Ancylostoma spp, Giardia spp, Trichuris spp, Dipylidium caninum, Toxocara canis e Cystoisospora spp, ocorre através do contato com as fezes dos animais, por via oral ou per cutânea. Sendo assim, o projeto busca a conscientização da população sobre a destinação correta dos dejetos fecais de seus animais, através da sinalização por toda a unidade do Hospital Veterinário da FMVZ - Botucatu para que seja realizada análise coproparasitológica das amostras obtidas e diagnóstico para possíveis parasitoses. A metodologia consiste na distribuição de coletores, pôsteres nos locais de maior fluxo de pessoas, associado a ações informativas, distribuição de folders e orientação aos proprietários dos animais que frequentam o Hospital Veterinário, pelos bolsistas participantes. A colheita dos dejetos ocorreu diariamente e o processamento das amostras, realizado semanalmente, utilizando as técnicas de Faust e Willis. Após as análises das amostras, outra etapa do projeto iniciou-se, que contemplou a comunicação dos proprietários dos cães parasitados, instruindo-os que retornassem ao Hospital Veterinário para que os animais recebessem o tratamento adequado. Observou-se que a diminuição dos dejetos fecais nas dependências do Hospital Veterinário foi significativa, principalmente pela grande proporção de amostras não identificadas pelos proprietários, impossibilitando incluí-las no projeto. A cada ano de realização do projeto observa-se o predomínio de determinado parasita nas amostras colhidas de cães. No ano de 2011 observou-se maior incidência do parasita Ancylostoma brasiliensis com 60,9% (14/60 amostras); em 2012, 93,7% (32/61 amostras) continham oocistos de Giardia spp e até o presente momento do corrente ano de 2013, há predomínio de Giardia spp 91,6% (11/12 amostras). Os resultados positivos para Giardia spp, parasita do trato gastrintestinal de cães com potencial zoonótico, demonstra a importância do projeto não apenas com o intuito de conscientizar a população quanto ao destino adequado dos dejetos fecais de seus animais de companhia, a importância de tal fato para a saúde publica e a instrução dos proprietários para que seja realizado o tratamento dos animais parasitados.

Descrição

Palavras-chave

Animais domésticos, Dejetos fecais, Potencial zoonótico

Como citar

CONGRESSO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA, 7., 2013, Águas de Lindólia. Anais... São Paulo: PROEX; UNESP, 2013, p. 09904