Estudo da dureza e da resistência à compressão de resinas compostas para dentes posteriores após a imersão em água destilada. Efeito da aplicação de selante superficial

Imagem de Miniatura

Data

2001-06-01

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Novos compósitos têm surgido no mercado especificamente destinados à confecção de restaurações estéticas posteriores. Entretanto, embora tais materiais apresentem resultados iniciais animadores, há a necessidade de comprovações adicionais para que possam ser utilizados com segurança. Resinas compostas posteriores são submetidas a estresses complexos de compressão e abrasão durante a mastigação e a aplicação de selantes superficiais tem sido relatada como forma de aumentar a resistência ao desgaste destes materiais. O presente trabalho teve como propósito avaliar a dureza e a resistência à compressão das resinas compostas Alert (Jeneric/Pentron), Ariston (Vivadent), Definite (Degussa), P60 (3M), Solitarie (Kulzer), Surefil (Dentsply) e Z100 (3M) após 90 dias de imersão em água destilada, recobertas com selante Protect It (Jeneric/Pentron) e submetidas à ciclagem mecânica (10.000 ciclos, 600N, 5Hz). Os ensaios de dureza (n=8) foram realizados em aparelho Wolpert, com diamante Vickers e peso de 50gf aplicado por 30 segundos, antes e após períodos de imersão de 30, 60 e 90 dias. Os ensaios de resistência à compressão (n=8) foram realizados somente após 90 dias, em corpos-de-prova cilíndricos medindo 8mm de altura por 4mm de diâmetro. Apenas os espécimes destinados à compressão foram ciclados mecanicamente. Os ensaios foram realizados em máquina MTS 810, equipada com célula de carga de 10kN (ciclagem) e 100kN (compressão) e velocidade de 0,5mm/min. Após análise de variância (p<0,05), os resultados mostraram, previamente à imersão, maiores valores de dureza para os materiais Z100 (74,253VHN) e Ariston (71,308VHN). A seguir, com valor semelhante à resina Ariston, mas inferior à resina Z100, apresentou-se o material Surefil (69,969VHN)...(Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo)
New materials have been specifically indicated to direct posterior esthetic restoration. Although the clinical results seem to be satisfactory, at first, they haven't been enough to warrant restoration longevity. Posterior composite resins are subjected to compressive and abrasive stresses and surface penetrating sealants have been indicated in order to increase resins' wear resistance. The aim of this study was to evaluate hardness and compressive strength of posterior composite resins (Alert/Jeneric-Pentron, Ariston/Vivadent, Definite/Degussa, P60/3M, Solitarie/Kulzer, Surefil/Dentsply and Z100/3M), treated with a surface sealant (Protect It/Jeneric-Pentron), after 90 days of destiled water immersion and subjected at 10,000 stress cycles (600N, 5Hz). The hardness tests (n=8) were conducted on Wolpert equipment, using a Wickers diamond and 50gf load applied for 30 seconds before and after immersion for 30, 60 and 90 days. The compressive tests (n=8) were conducted after 90 days on MTS-810 machine with load cell of 10kN (cycling) and 100kN (compressive strength) and crosshead speed of 0.5 mm/min in samples 4mm of diameter and 8mm height. Before immersion (Anova, p<0,05), Z100 (74.253VHN) and Ariston (71.308VHN) showed the highest hardness. Surefil (69.969VHN) was similar to Ariston, but significantly lower than Z100. Alert (66.138VHN) was lower than Surefil, but higher than P60 (62.833VHN) and Definite (61.302VHN). Solitaire (46.609VHN) exhibited the lower hardness. After immersion, there was a significant decrease in hardness for almost all materials (Ariston, 97%; Definite, Solitaire and Surefil, 26%; Z100, 12% and Alert, 8%). Surface penetrating sealant had no effect on hardness values. Without cyclic loading (Anova, p<0,05), Z100 (336.275MPa), Alert (334.350MPa), P60 (331.000MPa)... (Complete abstract, click electronic access below)

Descrição

Palavras-chave

Materiais dentários, Resinas dentarias, Composite resins, Hardness, Compressive strength, Surface sealant

Como citar

CRUZ, Carlos Alberto dos Santos. Estudo da dureza e da resistência à compressão de resinas compostas para dentes posteriores após a imersão em água destilada. Efeito da aplicação de selante superficial. 2001. 170 f. Tese (livre-docência) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Odontologia de Araraquara, 2001.