O papel regulador da linguagem no jogo de papéis: alunos na escola, crianças na vida

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2013

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Neste trabalho de doutorado abordamos o papel regulador da linguagem no jogo de papéis em crianças de seis e sete anos. Na pesquisa, busca-se um entendimento das relações existentes entre linguagem, apropriação e complexificação do jogo infantil com a intenção de responder a um questionamento que surgiu em estudo de mestrado cujo foco foi o estudo das características do jogo de papéis e suas contribuições para o processo de apropriação da leitura e da escrita. A linguagem, então, se destacou como instrumento mediador desse processo, provocando as indagações: A linguagem medeia o processo de apropriação do jogo de papéis? Se sim, como isso acontece? Estes questionamentos se converteram no problema desta pesquisa cujo objetivo central consiste em compreender se e como a linguagem é utilizada como instrumento na construção e na complexificação dos jogos de papéis, bem como verificar a influência das relações dialógicas entre os sujeitos pesquisados. Os objetivos específicos são compreender os papéis sociais representados por meio da brincadeira, o contexto em que as crianças se apropriam dos significados e dos sentidos presentes nos diálogos e das relações humanas representadas nessas brincadeiras. Tendo em mente estes objetivos, foi realizada pesquisa do tipo etnográfica interpretativa, com duas turmas de primeiro ano do Ensino fundamental e suas respectivas professoras e professoras substitutas de uma (EMEF) Escola Municipal de Ensino Fundamental de Garça, Estado de São Paulo, totalizando 45 sujeitos. A abordagem metodológica de pesquisa etnográfica interpretativa tem por foco o significado humano das relações sociais, travadas pelos sujeitos, em um determinado contexto histórico, bem como sua elucidação e exposição por um investigador...
In this report we approach the regulating paper of the language in the game of papers in children of six and seven years. In the report, an agreement of the existing relations between language, appropriation and complexity of the infantile game with the intention to answer to a questioning that appeared in study of Master whose focus was the study of the characteristics of the game of papers and its contributions for the process of appropriation of the reading and the writing. The language, then, if detached as mediating instrument of this process, provoking the investigations: The language mediates the process of appropriation of the game of papers? If yes, how does it happen? These questionings had been converted into the problem of this research whose central objective consists of understanding if and how the language is used as instrument in the construction and the complexity of the games of papers, as well as verifying the influence of the dialogue relations among the searched citizens. The specific objectives are to understand the represented social papers by playing, the context where the children appropriate of the meanings and the directions present in the dialogues and of the relations human beings represented in these playing. Thinking about these objectives, it was done an ethnographic interpretative research, with two groups of the first year of a Public Elementary School of Garça, State of São Paulo and its respective teachers and substitute teachers, totalizing 45 citizens. The methodological boarding of ethnographic interpretative research has for focus the meaning human of the social relations, started for the citizens, in one determined historical context, as well as its briefing and exposition for an investigator. The studies of Vigotski and Bakhtin, as studious had served as theoretical... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Palavras-chave

Linguagem, Ensino fundamental, Jogos infantis

Como citar

COUTO, Nara Soares. O papel regulador da linguagem no jogo de papéis: alunos na escola, crianças na vida. 2013. 292 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília, 2013.