Histomorfometria das fibras colágenas e das fibras do sistema elástico da queilite actínica e sua relação com os níveis de atipia

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2006-08-01

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A Queilite Actínica (QA) é uma lesão cancerizável, intimamente relacionada com a exposição solar crônica sobre os lábios que pode evoluir para o carcinoma espinocelular. Os achados histológicos de atipia no tecido epitelial são freqüentes, embora subjetivos. A lâmina própria subjacente apresenta uma alteração basofílica acelular e amorfa, conhecida como elastose solar e degeneração basofílica do colágeno. O melhor meio de prevenção é evitar a exposição constante aos raios solares. O objetivo deste trabalho foi estudar histologicamente as fibras do sistema elástico e as fibras colágenas presentes na lâmina própria da QA e correlacionar esses achados com o grau de atipia epitelial. A atipia epitelial foi avaliada através da sua graduação, considerando ausência desta, atipia discreta, moderada e grave. O grau de atipia foi, então, correlacionado com a quantidade de fibras do sistema elástico e com a quantidade de fibras colágenas. Para esse estudo, foram investigados cinqüenta e um casos de QA. De cada caso foram confeccionadas três lâminas para avaliação histológica. Uma lâmina foi corada pela hematoxilina-eosina para avaliação da atipia; outra foi corada pela resorcina-fucsina de Weigert para avaliação das fibras do sistema elástico, e a terceira foi corada pelo tricromo de Mallory para a avaliação das fibras colágenas. Pelo teste de correlação de Pearson, verificou-se que a correlação foi fraca e estatisticamente insignificante para todos os graus de atipia (p> 0,05), porém pelo teste de regressão lógica ordinal, notou-se que houve relação significativa entre a presença de atipia e a quantidade de fibras colágenas(p <0,05). Foi concluído que não houve relação entre a quantidade de fibras do sistema elástico e a quantidade de fibras colágenas.
Actinic cheilitis (AC) is a premalignant condition intimately related to chronic exposure of the lips to sun rays, which may progress to spinocellular carcinoma Histological findings of epithelial atypia are frequent but subjective. The underlying lamina propria is characterized by acellular and amorphous basophilic abnormalities, known as solar elastosis, and basophilic collagen degeneration. The best preventive measure is to avoid constant exposure to sun rays. The objective of this study was to histologically correlate the presence of elastic fibers and collagen fibers in the lamina propria of AC. In addition, the presence of epithelial atypia was evaluated and classified as absent, discrete, moderate and severe. The degree of atypia was then correlated with the quantity of elastic and collagen fibers. Fifty-one cases of AC were investigated. For each case, three slides were prepared for histological analysis. One slide was stained with hematoxylin-eosin for the evaluation of atypia, the second was stained with Weigert's resorcin- fuchsin for the assessment of elastic fibers, and the third was stained with Mallory's trichrome for the analysis of collagen fibers. Pearson's correlation test showed a weak and nonsignificant correlation for all degrees of atypica (p > 0.05). However, ordinal logistic regression analysis revealed a significant correlation between the presence of atypia and collagen fibers (p < 0.05). It was concluded that there is not correlate with the presence of elastic fibers and collagen fibers in the lamina propria. The quantity of elastic fibers (degraded and intact) is not related to the degree of atypia and there seems to be a reduction in the quantity of collagen fibers in cases of mild, moderate and severe atypia.

Descrição

Palavras-chave

Labios, Colageno, Carcinoma de celulas escamosas, Quelite, Luz solar, Cheilitis, Collagen, Sunlight, Tissue elastic

Como citar

SGARBI, Flávia Celina. Histomorfometria das fibras colágenas e das fibras do sistema elástico da queilite actínica e sua relação com os níveis de atipia. 2006. 86 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Odontologia de São José dos Campos, 2006.