Influência do estádio de lactação, hora e número de ordenhas sobre o teor de cloretos no leite caprino

Nenhuma Miniatura disponível

Data

2002-02-01

Autores

Tonin, F.B. [UNESP]
Nader Filho, A. [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Escola de Veterinária

Resumo

De outubro de 1998 a fevereiro de 1999 foram analisadas 359 amostras de leite colhidas de 28 cabras lactantes, nos estádios inicial, médio e final da lactação, nas ordenhas da manhã e da tarde. de março a julho de 1999 foram analisadas 150 amostras de leite dos mesmos animais, ordenhados uma única vez ao dia. Os teores de cloretos de amostras colhidas nos períodos da manhã e da tarde apresentaram valores crescentes (P<0,01) durante a lactação, 0,175gCl/100ml e 0,211gCl/100ml de leite nos estádios inicial e médio, respectivamente, para as amostras colhidas nas ordenhas da manhã e 0,183gCl/100ml e 0,217gCl/100ml de leite nos estádios inicial e médio, respectivamente, para as amostras colhidas nas ordenhas da tarde. Para as amostras de leite colhidas de animais ordenhados uma única vez observou-se aumento no teor de cloretos (P<0,01) do início para o final da lactação, 0,179gCl/100ml e 0,216gCl/100ml de leite, respectivamente. em relação ao horário e número de ordenhas, as diferenças não foram significativas. Os resultados ressaltam a necessidade de se estabelecer padrões físico-químicos específicos para o leite de cabras, uma vez que, independente do estádio da lactação e do número de ordenhas diárias, os valores estão acima dos limites considerados normais para o leite bovino.
A total of 359 milk samples, obtained from 28 goats, milked twice daily during the months of October 1998 to February 1999, and 150 samples, obtained from the same 28 animals, milked once daily during the months of March to July 1999, were analyzed for chlorides content. The concentration of chloride in milk increased during the lactation in the samples obtained from animals milked twice a day. The concentration of chlorides in samples from morning milking, obtained at early and middle of lactation, were, respectively, 0.175g/100ml, and 0.211g/100ml of milk. For samples from afternoon milking, obtained at early and middle of lactation, the concentration of chlorides in milk were, respectively, 0.183g/100ml and 0.217g/100ml of milk. For samples obtained from goats milked once daily, there was an increase of chlorides concentration from early toward the end of lactation. Different stages of lactation resulted in different concentration of chlorides in milk (P<0.01). Because of the influence of stage of lactation in the composition, and the higher concentration of chlorides, when compared to bovine milk, these results show the need for establishment of compositional standards for goats milk.

Descrição

Palavras-chave

Goat, Milk, stage of lactation, chloride, milking, Cabra, Leite, estádio de lactação, número de ordenhas, teor de cloretos

Como citar

Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia. Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária, v. 54, n. 1, p. 64-67, 2002.