Diversidade e distribuição espacial de Anura (Chordata: Amphibia) e Squamata (Chordata: Reptilia) do Parque Estadual Itinguçu, Peruíbe- SP

Imagem de Miniatura

Data

2023-12-05

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

As florestas tropicais, incluindo a Mata Atlântica, abrigam uma das maiores diversidades de herpetofauna conhecidas. Esta é caracterizada pela elevada riqueza e endemismo de espécies, além de ser considerada um dos 25 hotspots de biodiversidade mundial para vários grupos de fauna e flora. Este padrão de diversidade é atribuído a múltiplos fatores como a alta complexidade estrutural dos ambientes que abrangem desde áreas de baixada litorânea até montanhas. No intuito de aumentar o conhecimento sobre diversidade, riqueza, composição, distribuição geográfica, relações ecológicas e evolutivas desses animais no Brasil, esse trabalho visa compor informações sobre a distribuição espacial e temporal das populações de anuros e répteis escamados (serpentes e lagartos) do Parque Estadual Itinguçu, inserido no bioma da Mata Atlântica. Com isso, a partir de visualizações por encontros ocasionais e busca ativa, fazendo-se uso de capturas manuais, no caso de anuros, os dados provenientes do emprego desse método foram utilizados para compor uma lista quantitativa de espécies na área estudada, identificando o micro-habitat e o estrato em que cada espécime foi encontrado, formando uma planilha de distribuição espacial com cada indivíduo observado em campo. Para a análise qualitativa da composição de espécies em diferentes pontos de amostragem foram formuladas planilhas baseadas nas espécies encontradas, descrevendo a localização de cada uma delas, incluindo formulação de gráficos de distribuição por estratos e ambientes com mais indivíduos e diversidade de espécies para ilustrar os resultados obtidos e compará-los. Desta forma, foi observada uma maior concentração de indivíduos anuros em microhabitats úmidos, principalmente em seus respectivos períodos de reprodução, além de serem majoritariamente observados no estrato semi-árboreo, enquanto para Squamata a maioria dos indivíduos foram observados no estrato terrestre. Ademais, os resultados incluem um aumento considerável no conhecimento da diversidade de espécies da herpetofauna no Parque Estadual Itinguçu, e consequentemente, de distribuição espacial, de modo que cada espécie tem um comportamento único apesar de serem da mesma ordem. Isto posto, as populações são consistentes na ocorrência no tipo de microhabitat que predominam, configurando um comportamento de segregação entre as populações da comunidade.
Tropical forests, including the Atlantic Forest, are home to one of the greatest diversity of herpetofauna known. This is characterized by high species richness and endemism, in addition to being considered one of the 25 global biodiversity hotspots for various groups of fauna and flora. This pattern of diversity is attributed to multiple factors such as the high structural complexity of environments that range from coastal lowland areas to mountains. In order to increase knowledge about the diversity, richness, composition, geographic distribution, ecological and evolutionary relationships of these animals in Brazil, this work aims to compose information on the spatial and temporal distribution of populations of anurans and scaled reptiles (snakes and lizards) in the Park Itinguçu State, inserted in the Atlantic Forest biome. Thus, based on visualizations through occasional encounters and active search, using manual captures, in the case of anurans, the data resulting from the use of this method were used to compose a quantitative list of species in the studied area, identifying the micro-habitat and the stratum in which each specimen was found, forming a spatial distribution spreadsheet with each individual observed in the field. For the qualitative analysis of species composition at different sampling points, spreadsheets were created based on the species found, describing the location of each one, including the formulation of distribution graphs by strata and environments with more individuals and species diversity to illustrate the results obtained, and compare them. In this way, a greater concentration of anuran individuals was observed in humid microhabitats, mainly in their respective reproduction periods, in addition to being mostly observed in the semi-arboreal stratum, while for Squamata the majority of individuals were observed in the terrestrial stratum. Furthermore, the results include a considerable increase in knowledge of the diversity of herpetofauna species in Itinguçu State Park, and consequently, of spatial distribution, so that each species has a unique behavior despite being of the same order. That being said, the populations are consistent in their occurrence in the type of microhabitat that they predominate, setting a segregation behavior between the populations of the community.

Descrição

Palavras-chave

Herpetofauna, Ecologia, Faunística, Mata Atlântica, Uso de Habitat

Como citar

Amaral, M.S.M.N. Diversidade e distribuição espacial de anura (chordata; amphibia) e squamata (Chordata; Reptilia) do Parque Estadual Itinguçu, Peruíbe-SP. 2023. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Ciências Biológicas com habilitação em Biologia Marinha) – Instituto de Biociências do Campus do Litoral Paulista, Universidade Estadual Paulista, São Vicente, 2023.