Validade do modelo distância-tempo para a determinação das capacidades aeróbia e anaeróbia em jogadores de futebol

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2004-02-17

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Os objetivos deste estudo foram verificar: a) a validade do limiar anaeróbio (LAn) e da velocidade crítica (VC) para estimar a máxima fase estável de lactato (MSSLAC) em jogadores de futebol e; b) a validade da capacidade de trabalho anaeróbio (CTAn) em estimar a capacidade anaeróbia em jogadores de futebol. Participaram deste estudo, 31 jogadores de futebol do sexo masculino, divididos em dois grupos: Grupo I - composto por 13 indivíduos (21,4 + 1,04 anos de idade, 1,77 + 0,06 m de altura, 70,9 + 8,18 kg de peso corporal, 22,4 + 1,5 kg/m2 de IMC e 12,0 + 2,1 % de gordura corporal) e Grupo II - composto por 18 indivíduos (16,8 + 1,26 anos de idade, 1,80 + 0,05 m de altura, 67,9 + 6,16 kg de peso corporal, 21,5 + 1,5 kg/m2 de IMC e 11,7 + 1,5 % de gordura corporal). Os atletas do Grupo I realizaram os seguintes testes: 1) teste incremental na esteira rolante para a determinação do LAn. A velocidade correspondente ao LAn (3,5 mM) foi determinada por interpolação linear; 2) teste de carga constante - A MSSLAC foi determinada a partir de 3 a 5 testes de carga constante com até 30 min de duração e foi definida com sendo a maior velocidade na qual a concentração de lactato não aumentou mais do que 1 mM entre o 100 e o 300 min do teste, e; 3) VC - Os atletas realizaram dois tiros máximos de 1500 e 3000 m em uma pista de atletismo de 400 m. A VC foi determinada como sendo a inclinação de regressão linear entre a distância e o tempo. Os atletas do Grupo II realizaram os seguintes testes: 1) CTAn - Os atletas realizaram dois tiros máximos de 1500 e 3000 m em uma pista de atletismo de 400 m. A CTAn foi determinada como sendo o intercepto da reta de regressão linear entre a distância e o tempo, e; 2) Teste de Wingate (TW) - O TW foi realizado contra uma resistência de 0,090 kp/kg. A potência máxima (Pmax) e trabalho total (TT) foram a maior potência... (Complete abstract, click electronic address below).
The objectives of this study were to analyze: a) the validity of the speed corresponding to the anaerobic threshold (AT) and critical velocity (CV) to determine the maximal lactate steady state (MSSLAC) in soccer players and; b) the validity of anaerobic work capacity (AWC) to estimate the anaerobic capacity in soccer players. Participated of this study, 31 male soccer players, divided into two groups: Group I - 13 individuals (21.4 + 1.04 yr, 1.77 + 0.06 m, 70.9 + 8.18 kg, 22.4 + 1.5 kg/m2 and 12.0 + 2.1 % body fat) and Group II - 18 individuals (16.8 + 1.26 yr, 1.80 + 0.05 m, 67.9 + 6.16 kg, 21.5 + 1.5 kg/m2 and 11.7 + 1.5 % body fat). The athletes of Group I performed the following tests: 1) an incremental treadmill test for the determination of AT. The velocity corresponding to AT (3.5 mM of blood lactate) was determined through linear interpolation; 2) constant tests - The MSSLAC was determined from 5 treadmill runs of up to 30 min duration and defined as the highest velocity at which blood lactate concentration did not increase by more than 1 mM between minutes 10 and 30 of the constant velocity runs and; 3) CV - The athletes performed two maximal running efforts of 1500 and 3000 m on a 400-m running track. The CV was calculated as the slope of the linear regression of distance run versus time. The athletes of Group II performed the following tests: 1) AWC - The athletes performed two maximal running efforts of 1500 and 3000 m on a 400-m running track. The AWC was calculated as the intercept of the linear regression of distance run versus time and; 2) Wingate test (WT) - The WT was performed against a resistance of 0.090 kp/kg. Maximal power (Pmax) and total work (TT) were the highest power and total work generated throughout the 30-s test, respectively. Analysis of variance revealed no significant differences between AT (13.9 +1.7 km/h) and MSSLAC... (Complete abstract, click electronic address below).

Descrição

Palavras-chave

Futebol, Educação fisica, Aptidão física, Limiar anaeróbio, Máxima fase estável de lactato sanguíneo, Velocidade crítica

Como citar

GOMIDE, Euripedes Barsanulfo Gonçalves. Validade do modelo distância-tempo para a determinação das capacidades aeróbia e anaeróbia em jogadores de futebol. 2004. xvi, 90 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Rio Claro, 2004.