Revivências: o ensino teatral a partir das narrativas do vivido

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2022-11-09

Autores

Pereira, Daniel Martins Alves

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Esta tese trata de uma experiência formativa desenvolvida e vivenciada por mim juntamente com 15 alunos e ex-alunos da Graduação em Artes Visuais da FAAL (Faculdade de Administração e Artes de Limeira), onde sou professor há dez anos. Na ocasião, revisitando minhas quase duas décadas como professor e diretor de teatro – e, justamente, problematizando postulados e práticas que se tornaram rotina nesta minha trajetória no ensino teatral – designei este ambiente de reflexão teórica (na FAAL sou professor de História da Arte) como "locus" de uma provocação: oferecer um curso de teatro para alunos ainda não versados nas artes da cena. O estudo da prática com atores e não-atores me levou até Augusto Boal (1989); e este, na proposição de uma arte política e voltada para o protagonismo do oprimido, foi o agente que, de forma indireta, descortinou para mim as possibilidades de pensar a docência teatral a partir do Teatro Documentário. O campo documental do teatro, amparado em leituras e pesquisas, termina por encontrar uma configuração atípica neste curso ofertado: a prática das artes dramáticas orientada a partir das narrativas do vivido – quando jovens alunos dividem com o coletivo as suas memórias silenciadas, disparadoras das cenas e exercícios realizados durante a aula. A dramatização de histórias reais, enfim, pontifica o investigador ao objetivo deste trabalho: a busca por um teatro mais humano e agregador, menos seletivo e mais acolhedor de corpos e vozes, bem como as contribuições e potencialidades que a prática documental pode trazer para o ensino das artes cênicas. A pesquisa tem caráter qualitativo e traz como abordagem metodológica a perspectiva de investigação narrativa a partir das experiências de vida, conforme Lima, Geraldi e Geraldi (2015). Os materiais que compõem o corpo documental deste trabalho são: o Diário de Bordo do Professor de Teatro, os Registros Individuais dos Alunos desenvolvidos a cada aula e as Gravações em Áudio de relatos e depoimentos realizados ao final de cada encontro. A interpretação e utilização desses dados foram inspiradas no Paradigma Indiciário segundo Ginzburg (2011), assim como na leitura de outros passados a partir do conceito de História desenvolvido por Benjamin (1985). Por fim, pesquisa e redação se encontram – e se amparam – na busca por novos olhares e compreensões da prática docente dentro do universo teatral, quando professor e alunos superam e elaboram experiências ao passo que trocam memórias e saberes.
This thesis deals with a formative experience developed and lived by me in cooperation with 15 students and alumni of the Undergraduate Degree in Visual Arts at FAAL (Faculdade de Administração e Artes de Limeira), where I have been a professor for ten years. At that time, revisiting my nearly two decades as a drama teacher and theater director – and, precisely, problematizing postulates and practices that have become routine in my trajectory in theatrical teaching, I designated this environment of theoretical reflection (at FAAL where I am an art history professor) as a way of a provocation: offering drama classes for students not yet versed in the theater studies. The study of practice with actors and non-actors took me to Augusto Boal (1989); and he was, in the proposition of political art and denunciation of the protagonism of the oppressed, the agent who, indirectly, revealed for me all possibilities of thinking about theatrical teaching based on Documentary Theatre. The documentary field of theater, supported by readings and research, ends up finding an atypical configuration in this course offered: the practice of dramatic arts coming from the narratives of the lived experiences – when young students share with the class their silenced memories, trigged by scenes and exercises performed in the classroom. The dramatization of these real stories, anyhow, pontificates the researcher to the objective of the work: the search for a more humane and aggregating theater, less selective and more welcoming of bodies and voices, as well as contributions and potentialities that a documentary practice can bring to the teaching of the performing arts. The research has a qualitative character and brings has a methodological approach that intends to show the perspective of narrative investigation from the experiences of life, according to Lima, Geraldi and Geraldi (2015). The documentary material of this work are: the teacher’s logbook, the student registration details for each class and recordings of the statements made at the end of each meeting. The interpretation and use of these data were inspired by the Evidence Paradigm according to Ginzburg (2011), as well as the reading of other works from the concept of History developed by Benjamin (1985). Eventually, research and writing come across – and support each other – in the search for new point of views and understandings of teaching practice within the theatrical universe, when teacher and students go beyond and elaborate experiences while exchanging memories and knowledge.

Descrição

Palavras-chave

Formação, Teatro, Educação sensível, Memórias, Pesquisa narrativa, Education, Theater, Sensitive education, Memoirs, Narrative research

Como citar