Atividade diária da população de puma concolor e nicho temporal com potenciais presas na Estação Ecológica Juréia-Itatins, Peruíbe, litoral sul de São Paulo.

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-12-07

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A onça-parda (Puma concolor, Linnaeus, 1771) é um dos mamíferos com maior área de distribuição global. Nacionalmente, abrange todos os biomas e qualquer tipo de habitat. As potenciais presas deste felino são variáveis e compõem mamíferos de médio e grande porte, carnívoros e semelhantes. Por isso, entende-se como fundamental programas de conservação deste felino indiscutivelmente importante para o bom funcionamento da teia alimentar e viabilizar sua atividade de forrageio e deslocamento sem interferência antrópica física ou geográfica. Sua atividade diária no Brasil é intensa ao longo do entardecer e à noite, seja para caça ou apenas passagem. O seguinte estudo traz uma análise da atividade diária da população de onça-parda e relaciona seu nicho temporal com o de potenciais presas na Estação Ecológica Jureia-Itatins, Peruíbe, litoral sul de São Paulo. A amostragem foi realizada por armadilhas fotográficas ao longo da Estação e em estações do ano distintas, segregadas em duas temporadas de monitoramento, para registrar a passagem de fauna residente, pessoas e onças-pardas. A preferência de P. concolor só se mostrou clara na primeira temporada, na janela das 16h às 19h59, com o coeficiente de Spearman de 0,75 para a fauna e 0,54 para as pessoas (p<0,0001). Mesmo no período de maior ocorrência, 20h às 23h59, o esforço amostral da segunda temporada foi maior, mas com menor quantidade de pontos amostrais, o que pode explicar a não correlação entre onças e fauna. Os resultados foram pertinentes à literatura, abrangendo o entardecer até o anoitecer. Houve predominância do felino durante a tarde e no período crepuscular nas épocas mais frias do ano e à noite nas épocas mais quentes. A fauna residente e as pessoas demonstram atividade catemeral, pela frequência absoluta.
The Puma (Puma concolor, Linnaeus, 1771) is one of the mammals with the largest distribution area globally. In Brazil, this includes all the biomes and any kind of habitat. The potential preys of this feline are variable between medium and big sized mammals, carnivores and similar. That is why, it is understood that conservation programs are fundamental and undoubtedly important for the great functioning of the food web and facilitate this animal’s activity of foraging and movement with no anthropic, physical or geographic interference. Your daily activity is intense in the dusk and at night, for hunting or just passing through. Knowing that, the present study brings an analysis of the daily activity of the population of puma and relate the temporal niche with potential preys at the Estação Ecológica Jureia-Itatins, Peruíbe, São Paulo. The sampling was taken from cameras trap on different seasons of the year and separated in two monitoring database, to register the passage of fauna, pumas and people. The preference of P. concolor was only clear in the first season, between 16h to 19h59, with the Spearman coefficient of 0,75 with fauna and 0,54 with people (p<0,0001). Even in the period with higher incidence, 20h to 23h59, the sampling effort of the second season was superior, but with lesser samples points which could explain the no correlation between pumas and fauna. The results were pertinent with previous studies, including most activities in the dunk and at night. There was predominance of the feline during the afternoon and at dusk on the cooler season and at night on the hotter season. The resident fauna and people showed cathemeral activity, based on the absolut frequency.

Descrição

Palavras-chave

Felinos, Puma, Conservação, Comportamento

Como citar

ESPINOSA, Bruna Galindo Santos. Atividade diária da população de Puma concolor e nicho temporal com potenciais presas na Estação Ecológica Jureia-Itatins, Peruíbe, Litoral sul de São Paulo. Orientador: Marcos Ricardo Bornschein. 2024. 22 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Ciências Biológicas com habilitação em Biologia Marinha) – Instituto de Biociências do Campus do Litoral Paulista, Universidade Estadual Paulista, São Vicente, 2023.