Efeitos do treinamento físico sobre o nível de atividade física, capacidade funcional e comprometimento motor na doença de parkinson

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2006-05-02

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

O objetivo do presente estudo foi analisar os efeitos de um programa de atividades físicas generalizadas e sistematizadas, especificamente delineado para parkinsonianos, sobre o nível de atividade física, comprometimento motor e capacidade funcional (flexibilidade, coordenação, força, agilidade, equilíbrio dinâmico, resistência aeróbia e habilidade de andar), em pessoas com Doença de Parkinson (DP). Participaram do estudo 22 idosos com DP, idade média de 66 anos e moradores do município de Rio Claro e região, que foram divididos em Grupo Treinamento (GT; n=11) e Grupo Controle (GC; n=11). Foram encontradas interações significativas (p,0,05) nas variáveis nível de atividade física, comprometimento motor e componentes de capacidade funcional, exceto coordenação motora manual, e resistência aeróbia/ habilidade de andar. Conclui-se que: a) o protocolo de treinamento utilizado é eficiente para aumentar nível de atividade física, melhorar a capacidade funcional e diminuir o comprometimento motor. Tais benefícios contrapõem-se aos efeitos deletérios do envelhecimento e da DP e, contrariamente a não participação agrava tais efeitos. Para amplificar os benefícios sugere-se: a) aumentar a freqüência das sessões com atividades de flexibilidade; b) incorporar mais atividades que demandem coordenação motora manual e; c) incorporar atividades de andar, seja num programa supervisionado ou como parte das ou relacionadas com AVD dos parkinsonianos .
The objective of this study was to analyze the effects of a physical activities program, designed for parkinsonians specifically, on the physical activity level, motor impairment and the functional capacity (flexibility, coordination, strength, agility, dynamic balance, endurance and walk ability) on older people with Parkinson`s disease (PD). Twenty-two older people with PD, mean age of 66 yearold; living at Rio Claro city and region, who were assigned into Training Group (TG; n=11) and Control Group (CG; n=11). Significant statistical interactions were found on physical activity level, motor impairment level and the functional capacity components variables, with exception of manual motor coordination and aerobic endurance/walk hability. It was concluded that: a) the training protocol applied was efficient in order to increase physical activity level; to improve functional capacity and; to reduce motor impairment. Such benefits counteract the deleterious effects PD associated with aging and a non-attendance to the training worsens such effects, conversely. If its to amplify the benefits, it is suggested: a) to increase the frequency of the training sessions on flexibility; b) to incorporate more activities which demand manual motor coordination and; c) to add walking. Such improvements can be fostered, either as part of a supervised program or as part of daily living activities of the parkinsonians.

Descrição

Palavras-chave

Educação fisica, Educação física adaptada, Envelhecimento, Parkinson, Doença de, Capacidade funcional, Comprometimento motor, Exercise, Parkinson`s disease, Functional capacity, Physical activity

Como citar

LOPES, Andrei Guilherme. Efeitos do treinamento físico sobre o nível de atividade física, capacidade funcional e comprometimento motor na doença de parkinson. 2006. ix, 132 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências, 2006.